Leandro Castán de volta ao Corinthians seria realmente uma boa ideia?

Gazeta Press
Gazeta Press

Castán de 2012 foi um dos melhores zagueiros que eu vi atuar pelo Corinthians


Não é de hoje que rola um romance entre Corinthians e Leandro Castán. Seu retorno ao clube já foi muito aguardado pelos torcedores, porém, justo agora no momento em que o setor defensivo corintiano vive um momento brilhante, o nome de Castán volta a circular. Seu retorno seria uma boa ideia? Ou será que sua vinda resultaria na perda de Balbuena ou Pablo?


O futebol que Leandro Castán apresentou em nossa campanha do título da Copa Libertadores foi sensacional, impecável, exemplar. Castán deixou um vazio enorme ao deixar o Timão, que só conseguiu preencher esse espaço tempos depois, com a chegada do monstro Gil. Em sua passagem pela Europa (Roma e Torino), Castán sofreu com lesões sérias. Uma cirurgia no crânio fez com que todos ligassem o sinal de alerta em relação à saúde do atleta, mas parece que agora, dois anos após a operação, Castán já está recuperado. Mas será que seu futebol voltará a ser o mesmo um dia?


Em entrevista ao Uol Esporte, Leandro Castán foi questionado sobre uma possível negociação com o Corinthians: "Tenho dois anos de contrato e vou começar a trabalhar. Meu pai conversou com o Corinthians, explicamos a nossa situação e agora cabe ao Corinthians", disse o zagueirão. Agora eu te pergunto, caro torcedor, se você fosse um diretor corintiano responsável pela aquisição de atletas, faria essa aposta em Castán?


Meu receio é que sua vinda resulte com alguma perda no elenco. Hoje estamos bem servidos de zagueiros titulares com Pablo e Balbuena, e os garotos Pedro Henrique e Léo Santos estão dando conta do recado quando requisitados. Essa é a questão que não sai da cabeça do torcedor. Se vier para fazer parte do elenco e tornar assim a equipe corintiana ainda mais competitiva, podem assinar o seu contrato para ontem. Mas se existe realmente o perigo de perder um de nossos titulares, prefiro que a diretoria foque na permanência dos atletas que hoje fazem a diferença e provam seu valor em campo.


Outro fator que pode contribuir com seu retorno é o ótimo relacionamento entre Castán e o professor Fábio Carille. Os dois mantêm um contato frequente, e parece que Carille é fã do futebol do ex-camisa 4 do Timão. Hoje em dia, tenho receio de discordar de qualquer opinião do treinador corintiano, portanto, se ele disser que o retorno de Castán é uma boa para o clube, assino embaixo. Mas de coração, não quero ter que me despedir de Balbuena e Pablo tão cedo.


Siga a página no Facebook: Paixão Maloqueira