Obrigada, Corinthians: que a festa do hepta seja infinita

Até agora parece que a ficha não caiu. O time que começou o ano sendo ofendido de todas as formas, com chacotas, piadas sobre Drogba e uma desconfiança misturada com oportunismo sobre o time e sua capacidade.


É fato que o torcedor estava desconfiado. O desconhecimento sobre a real capacidade de Carille e da comissão técnica e alguns nomes do elenco deixavam dúvidas sobre o destino do time. Mas talvez nem o mais otimista dos corinthianos fizesse ideia do que os deuses do futebol guardavam para esse ano.


gazetapress




gazetapress

Festa em Heptaquera!


Seriamos campeões naquela quarta de qualquer jeito. A torcida tinha certeza. Em campo o semblante dos jogadores dizia que aquele era o dia de comemorar e gritar campeão. Mesmo com o resultado no placar do primeiro tempo com 1x0 para o Fluminense, era questão de tempo para a comemoração vir. Aquele dia era dia de Corinthians, não teria outro resultado que não a vitória.


A virada em menos de 5 minutos foi o que bastava. Ali não existia espaço para mais nada que não fosse comemorar e tirar a angústia do coração. Era dessa narrativa que precisávamos, era a expressão "aqui é Corinthians" traduzida em festa e gols numa mistura insana de alívio e resposta para tudo que disseram sobre nós.


Envolto na fumaça que vinha das arquibancadas, o time foi carregado pelo som da torcida. Se fosse combinado não teria dado tão certo. Assim que a bola chegou ao fundo das redes, os jogadores correram para abraçar o Jadson e sumiram na fumaça que tomou o estádio.


Esse 15 de novembro não acabou. Em algum lugar do espaço tempo, a comemoração ainda está acontecendo ali infinitamente. Se ainda faltava algo para trazer uma alma de vez para Arena Corinthians, o ano de 2017 se encarregou de fazer esse trabalho.


Na raça, com um time tido como limitado, ganhamos o campeonato paulista e fomos heptacampeões brasileiros. Heptacampeões. Se a ficha ainda não caiu e tudo ainda parece um sonho, em breve acordaremos para erguer a taça no domingo.


Obrigada, Corinthians.


Siga no twitter: @corinthiana