Em tarde de Gavião x Urubu, bandeira não vê 'hipopótamo' entre a bola e Jô

Na tarde de domingo, Corinthians x Flamengo empataram por 1 x 1 na Arena em Itaquera, porém, a estreia de Diego Alves, o golaço de Réver, o belo chute cruzado de Jô e toda a bonita festa protagonizada por ambas as torcidas infelizmente ficaram em segundo plano.


O que realmente ficou marcado foi o erro grotesco de arbitragem no lance em que Jô marcou para o Timão em posição legal, mas de maneira inacreditável o bandeira não viu que, além da bola ser tocada para trás, Jô estava a 3,3 metros atrás da linha da bola. Isso mesmo, 3,3 metros!


Mas antes de analisar esse fato, vejamos a arbitragem por um outro prisma. Por que será que a péssima qualidade desse serviço nos causa tanto espanto? Afinal, toda a teia que envolve o futebol chega a ser igual ou pior. Por exemplo; qual é a qualidade da organização da tabela do calendário? Qual a qualidade dos serviços prestados ao torcedor/consumidor, que até hoje sofre com filas, falta de transporte para chegar ao estádio, flanelinhas, bilheterias desorganizadas, falta de segurança.... Sendo assim, não podemos esperar que a qualidade do apito seja diferente.


Dito isso, voltemos ao lance em questão.

Jô recebe passe de Maycon, que, mais próximo à linha de fundo, toca a bola para trás, o que já impossibilitaria o impedimento. Porém, o grotesco ainda estava por vir. No momento em que a bola sai dos pés de Maycon em direção a Jô, a distância entre ela e o atacante são de 3,3 metros. Você já parou para pensar o que representa essa distância? Muitos exemplos poderiam ser usados como parâmetro para tal, assim como o tamanho de Robert Wadlow, homem mais alto já registrado, com 2,72 m. Se ele deitasse no chão, ainda sobrariam 50 cm para atingir a distância desse erro gigantesco cometido pelo bandeira e o auxiliar de linha de fundo.


Bruno Garófalo
Bruno Garófalo


Mas a melhor maneira de representar o tamanho desse erro é recorrendo à fauna. Você já fez um safari ou esteve em um zoológico? Para você ter noção, o bandeira não conseguiu perceber que entre a bola e o Jô havia uma distância equivalente ao tamanho de um hipopótamo macho. Exatamente! O cara não conseguiu acertar um lance que tem um "hipopótamo" de diferença. Para quem não sabe, esse gigante herbívoro alcança em média na idade adulta exatamente 3,3 metros de comprimento - a mesma distância que havia entre a bola e o atacante corinthiano.


Até o próximo páreo!