Foi ele! Romero consagra Guilherme no 'Aranas Park'

Quarta força, candidato ao rebaixamento, elenco reduzido, sem planejamento, técnico inexperiente, atingiu o limite, cavalo paraguaio, opa! Cavalo Paraguaio? Foi exatamente nesse ponto que você, crítico do futebol do paraguaio Angel Romero errou, e errou feio.


Discreto, de poucas palavras e de dedicação acima da média, esse é o jovem de 25 anos que vem calando a boca da imprensa. Após ser demasiadamente criticado por uma suposta deficiência técnica, Romero tornou-se avesso as entrevistas e coincidentemente ou não, após tal episódio o futebol do garoto só melhora. E contra o Palmeiras no Allianz, não foi diferente.


Romero foi decisivo e fundamental para a incontestável e até fácil vitória corintiana por 2 x 0 frente ao Palmeiras na noite da quarta-feira. Aproveitando os espaços na frente e recompondo com maestria, o atacante mostrou que é diferenciado, talvez não na habilidade, mas na visão de jogo e comprometimento. No primeiro gol, Romero não precisou de um passe perfeito para armar a jogada do pênalti. Uma bola que parecia perdida pela linha de fundo foi resgatada pelo nosso veloz "cavalo paraguaio" que dominou e deu um passe completamente inesperado para Arana, quando toda defesa palestrina esperava o toque para Jô. Jogada de mestre, falta em Arana, bola na cal e gol de Jadson.


Já no segundo gol, Arana vem pelo mesmo lado esquerdo e passa para Romero, que mesmo sendo "limitadíssimo"como alguns gostam de dizer, lançou com perfeição o melhor lateral esquerdo do Brasil que fuzilou Fernando "Prass redes palmeirenses" marcando o segundo.


Acredito que Romero vêm se tornando um Ángel que caiu do céu para nós corintianos, loucos e fanáticos por aqueles que vestem e ralam o peito na grama em todos os jogos. Romero soube ficar no banco, soube ser criticado e agora como titular, tendo marcado 25 gols com a camisa corintiana e sendo decisivo na marcação e nas assistências, merece SIM ser elogiado por mim e principalmente por você que sempre o criticou.


Afinal, será que eu ou você somos tão eficientes e importantes para os nossos patrões assim como esse moleque é para o dele? Será que somos tão talentosos assim em nossos ofícios para cobrar tanto talento dele?


Reprodução
Reprodução

Paraguaio mais uma vez foi muito eficiente em seu trabalho


Recentemente até encontrei o rapaz num estacionamento na saída de um evento e não pedi a ele uma entrevista, apenas uma foto, e disse: "Continue assim garoto, você vai longe, sou seu fã".


Isso porque sei que se formos tão dedicados e competentes no nosso trabalho assim como Romero é no dele, vamos chegar muito longe. Afinal, como diz Emerson Leão, coadjuvante também ganha Oscar, e seu irmão gêmeo é o Oscar Romero.


Muchas gracias, paraguayo!