Jô faz de letra e vai parar no museu do 'Louvrerdense'

O jogo não foi em Paris, mas a obra-prima anotada pelo atacante Jô na Arena Corinthians na noite da quinta-feira já conseguiu o seu espaço, pelo menos no museu do "Louvrerdense". 


Ilustração Bruno Garófalo
Ilustração Bruno Garófalo

Jô garantiu seu lugar no Museu do 'Louvrerdense' após gol de letra


Porém, assim como no Palácio de Mármore francês, quem opta pela visita ao quadro da Monalisa acaba perdendo inúmeras oportunidades de conhecer outras obras de arte, e foi mais ou menos isso que aconteceu na partida. Durante os 90 minutos, o Timão perdeu diversas oportunidades de ampliar o placar e a torcida teve que se contentar apenas com a pintura de Jô, que, fino como um pincel, preencheu o telão da Arena num estilo mais surrealista.


A defesa sólida comandada pelo zagueiro Pablo Picasso sofreu um gol, é verdade, mas o lance foi puramente abstrato, uma obra do acaso.


Após empatar por 1x1 com a equipe do estado do Mato Grosso no ralo gramado da Arena, o Timão avançou para a quarta fase da Copa do Brasil e aguarda agora o sorteio para conhecer o seu próximo adversário.


E não é que pode pintar um Corinthians x São Paulo?


Aguardamos ansiosamente esse encontro para assim alcançarmos mais um “Arco do Triunfo” contra nossos rivais. Rival esse que podemos até tratar com certa “Fraternité”, mas que nada temos em “Égalité” e assim abriremos caminho para em 2018 voltar a disputar a tal da Copa "Liberté".


Au Revoir