Chelsea e suas maldições: a 'temporada José Mourinho' e a temida camisa 9

Getty Images
Getty Images

Para os supersticiosos, maldição da 'temporada José Mourinho' começou contra o Swansea em 2015


Campeão da Premier League na temporada 2015/16, o Chelsea abriu a temporada seguinte diante do Swansea, em Stamford Bridge. O decepcionante empate por 2 a 2, que ainda contou com a expulsão de Courtois e o episódio com Eva Carneiro, foi só o início de uma série de resultados decepcionantes que culminaram na demissão de Mourinho.



Curta o Pride of London no Facebook



Desde então, os torcedores mais supersticiosos passaram a acreditar na maldição conhecida como 'Mourinho Season'que significa um período frustrante após a conquista da Premier League na temporada anterior. 


Esta maldição, inclusive, já é conhecida por Antonio Conte, que comentou a respeito em entrevista ao Metro:



‘We know it will be difficult next season. We want to try to avoid a Mourinho season. Two years ago the team ended the league in 10th place and we want to try to avoid this.'



Superstição faz parte do universo do futebol - tem quem leve muito a sério ao passo que existem àqueles que consideram pura besteira. A derrota para o Burnley, no entanto, foi um prato cheio para os supersticiosos: resultado ruim, expulsões e a desconfiança para o restante da temporada - assim como há dois anos contra o Swans


A brincadeira fica ainda mais interessante por conta das semelhanças na tabela: em 2015/16, após o empate contra o Swansea, o Chelsea visitou o Manchester City e foi atropelado: derrota por 3 a 0. Na atual temporada, os Blues terão outro grande clássico válido pela segunda rodada: Tottenham, também fora de casa. Imagina se o Chelsea perde exatamente pelo mesmo placar? Haja superstição..


Camisa 9


Se a maldição da 'temporada José Mourinho' preocupa, outra parece estar próxima de ser erradicada: a temida camisa 9.


Se o sonho de todo atacante é, geralmente, vestir a camisa 9, no Chelsea a história é outra: o retrospecto dos 'homens-gols' que adotaram o número é assustador - Di Santo, Crespo, Kezman, Torres, Falcao García são alguns exemplos, além de outros bem aleatórios como Sidwell e Khalid Boulahrouz. 


Álvaro Morata assumiu o risco e vestiu a 9 sem medo. Bastou o pênalti perdido diante do Arsenal pela Community Shield para que os supersticiosos já se preocupassem com a passagem do espanhol nos Blues. Contra o Burnley, apesar do revés, o novo reforço fez questão de esquecer o retrospecto ruim e teve atuação de gala em meio a uma atuação coletiva sofrível: gol e assistência. 


Getty Images
Getty Images

Morata foi o único destaque positivo na derrota para o Burnley


Superstições e maldições à parte, o clube precisa dar uma resposta positiva já no próximo domingo frente aos Spurs. Em caso de mais um tropeço, os Blues já ficarão distante dos demais adversários, além da pressão, ainda que injusta, que acontecerá sobre Conte, comissão técnica e diretoria.


Portanto, será a chance de espantar uma eventual crise e acabar com a tal da 'temporada José Mourinho'. Melhor ainda se vier com gols de Morata.