Títulos, golaços e dedicação: Matic foi excelente para o Chelsea

Getty Images
Getty Images

Matic se acostumou a ser vitorioso no Chelsea: total de cinco títulos


Matic é o tipo de jogador que, se dependesse de mim, ficaria no Chelsea para sempre. Não gostaria de vê-lo como titular em todos os jogos, mas é o atleta que traz características que todo treinador venera: dedicação, consistência e, acima de tudo, que jogue para o time.



Curta o Pride of London no Facebook



Foram essas características que motivaram José Mourinho solicitar sua contratação no início de 2014. Tais qualidades ficaram evidente ao longo das três temporadas e meia com a camisa dos Blues, sendo sempre peça importante para o time, em especial na temporada 2014/15 quando segurou a bronca na defesa e deixou Fàbregas tranquilo para brilhar com suas assistências. 


Mourinho não é bobo e nem Matic. Quando você recebe a ligação de um treinador que confia no seu futebol e praticamente te garante a titularidade num outro grande clube, você simplesmente não recusa. Então não há mágoa por trocar o Chelsea pelo United - o sérvio foi profissional, como sempre em sua carreira. 


A chateação é por saber que Matic tem tudo pra fazer bonito no rival. O sérvio ficará encarregado da marcação e, dessa forma, dará liberdade para Pogba e Ander Herrera auxiliarem os jogadores de frente. É torcer para que Kanté e Bakayoko/Fàbregas façam bonito a ponto não nos importarmos com Nemanja nos Red Devils


Rivalidade à parte, Matic não foi ídolo nos Blues, mas construiu uma bonita história dentro do clube. Ele foi um dos poucos casos de jogadores que conseguiram prevalecer sobre a 'máfia dos empréstimos' - foi emprestado rapidamente ao Vitesse e posteriormente para o Benfica, onde brilhou e despertou a atenção do Chelsea, que comprou novamente o atleta. 


Ao todo, foram cinco títulos conquistados (dois na primeira passagem e três nos últimos anos). Com suas pernas enormes e estilo desengonçado, a verdade é que Matic só aparentou ser grosso ou truculento - na verdade, o sérvio esbanjou muita técnica nos Blues. Prova disso foram os belíssimos gols contra o Everton e Tottenham. 



Além dos gols, Matic aprimou, na última temporada, outra qualidade em seu futebol até então pouco explorada: passes para gol. Em determinado momento da Premier League chegou a ter mais assistências que o então "maestro" Mesut Özil - que terminou o campeonato com apenas dois passes para gol a mais que o sérvio. Isso mostra que Matic é um jogador que sabe se adaptar às situações de jogo, tanto que roubou a titularidade de Fàbregas. 


Em suma, o torcedor é grato pela dedicação, lealdade e esforço do volante para com o clube. Sua saída já era óbvia e fica apenas a lamentação de vê-lo num clube rival. É esperar que Bakayoko se adapte o mais rápido possível ao estilo de jogo do futebol inglês e não dê margem para que a torcida sinta saudades de Matic.