Morata é um risco necessário para salvar o ataque do Chelsea

O nome de Álvaro Morata sempre esteve vinculado aos Blues nas últimas janelas de transferências. Na temporada 2015/16, inclusive, o clube por pouco não levou o atacante, que na época passaria a ser o atleta espanhol mais caro do mundo. Parecia inevitável, como se o destino do jogador realmente pertencesse ao Chelsea num futuro não muito distante. 



Curta o Pride of London no Facebook



Há certos questionamentos acerca da transferência. Em relação ao valor, estimado em 70 milhões de libras, não tinha como ser diferente diante do mercado mega inflacionado. Portanto, a quantia provavelmente seria a mesma ou até mais elevada se o Chelsea fosse atrás de Aubameyang, Bellotti ou Agüero. 


Outra implicância de outros torcedores está no fato dos Blues desembolsarem tal valor num atacante que era reserva. Primeiramente, ser uma opção no elenco do Real Madrid não é nenhum demérito, mesmo porque a presença do espanhol no time titular era constante. Não à toa, na última temporada, Morata anotou mais gols (15) que Benzema (11) pelo Campeonato Espanhol, sendo que o francês jogou mais partidas que ele. Nada mal, né?


Getty Images
Getty Images

Atacante teve desempenho melhor que Benzema na última temporada


Mesmo aos 24 anos, Morata já não é nenhum garoto e sua evolução é nítida a cada temporada. Apesar do Chelsea ser sua primeira grande oportunidade como titular num grande clube europeu, o espanhol sempre foi uma espécie de coadjuvante com estrela - os gols contra seu ex-clube e Barcelona pela Champions de 2014/15 são alguns exemplos. Está acostumado a grandes jogos e decisões. 


Por ser um atacante com mais mobilidade que Diego Costa, Morata se encaixa até melhor que seu companheiro na seleção espanhola no esquema de Conte. Tendo a companhia de Willian, Hazard e Kanté, o Chelsea promete manter o estilo rápido e o contra-golpe ainda mais veloz e letal. 


Diante das circunstâncias, o Chelsea precisou arriscar no mercado. Pelo menos na teoria, acertou em escolher Álvaro Morata como seu novo atacante. Foi uma decisão benéfica para ambos e agora é aguardar pelo resultado dentro de campo. 


A expectativa em torno do atacante é enorme, assim como sempre é quando um novo "camisa 9" é contratado pelos Blues, desde os tempos de Hernán Crespo. Ele já provou que é bom de bola. Agora resta saber se está preparado para a Premier League e, consequentemente, para o maior desafio da sua carreira num grande clube.