Torcida Xavante faz campanha por ingressos baratos

Depois de quase dois meses de Campeonato Gaúcho, o Brasil é apenas o nono colocado com oito pontos, a um da zona de rebaixamento. Com a terceira folha do Rio Grande do Sul, o time da torcida Xavante ainda não fez valer o dinheiro que movimenta nem o status de clube, que está entre os 40 do país.


Apesar dos “números discutíveis” dos borderôs, a média de público rubro-negra está longe de ser a ideal. Com um estádio em reconstrução, apto atualmente para receber quase sete mil pessoas, a média atual (levando em conta também a Primeira Liga) é de 2.500 por jogo.


Porém, a média mais baixa passa mais pelos valores dos ingressos do que a campanha em si. Segundo levantamento, o ticket médio é de R$ 26, o 15º mais alto dentre os clubes das Séries A, B e C. As atuais modalidades de sócios casam mais com a frase “vai quem pode”, em vez de “vai quem quer”, infelizmente.


O clube oferece apenas três modalidades: R$ 50, para menores de idade entre 12 e 17 anos completos, e mais de 60 anos; R$ 60, para o público em geral; e R$ 130, para quem deseja acesso às cadeiras. Soma-se a esses valores mensais o check-in de R$ 10 por jogo. No mês de março, por exemplo, a maioria dos sócios vai gastar cem reais para comparecer a todos os jogos no estádio Bento Freitas. Os ingressos para os não-sócios saem por R$ 60, independente do adversário.


Carlos Insaurriaga/assessoria GE Brasil
Carlos Insaurriaga/assessoria GE Brasil

Em 2017, entre Gauchão e Primeira Liga, a média de público no estádio Bento Freitas é de apenas 2.500


O Juventude, que também está na Série B do Campeonato Brasileiro, tem estratégia diferente para a venda de ingressos: o valor varia, de acordo com o adversário e a importância do jogo. Em jogos “comuns”, a entrada sai por R$ 30. Para o clássico Ca-Ju, que ocorreu no último sábado, o antecipado saiu a R$ 40 (no dia, R$ 50). Contra o Internacional, a Papada pagou R$ 50 até a véspera da partida ou R$ 60 no dia.


A menos de 60 quilômetros de Pelotas, em Rio Grande/RS, o São Paulo de Rio Grande, que tem orçamento muito mais modesto se comparado ao Xavante, lançou uma promoção para o seu torcedor para a importante partida diante do São José-POA, nesta quinta-feira: quem comprar ingresso a R$ 30 vai ganhar outro!


Ou seja, além da campanha ruim, que coloca o clube sob risco de rebaixamento apesar de todo o suporte financeiro, o torcedor Xavante (historicamente reconhecido por ser mais humilde) é obrigado a ter mais dinheiro do que as outras torcidas para acompanhar o time. Houve apenas uma promoção no ano: em duas partidas as mulheres pagaram metade do valor, em meados de fevereiro. Não teve mais.


Apenas para comparação, no Gauchão de 2015, o Brasil foi destaque nacional por conta da sua média de público: 7.439 pessoas por jogo, a maior entre os “pequenos” dos quatro principais estaduais do país (SP, RJ, MG e RS), segundo a Revista Placar. O valor do ingresso antecipado era de R$ 25 e não havia check-in. Na hora da partida passava para R$ 50.


O problema do Grêmio Esportivo Brasil, definitivamente, nunca foi e não é torcida.


Divulgação GEBTV
Divulgação GEBTV

Em 2015, por conta do início da reconstrução do estádio, o Xavante alugou o estádio do maior rival


Campanha


Em muitas ocasiões a direção do clube manifestou-se publicamente a respeito da não-realização de mais promoções no valor dos ingressos. “Os sócios reclamam”, relataram. Para mudar essa ideia e chamar público para a “decisão de Copa do Mundo” desta quinta-feira contra o vice-líder Caxias, os sócios têm reivindicado valores mais acessíveis para a torcida do povo.


Nas redes sociais, os rubro-negros estão enviando diversas mensagens, inclusive uma “padrão”, transcrita abaixo: 




Como sócio (número XXX), peço, encarecidamente, ao Sr. Presidente, Comissão e Diretoria que nesses dois últimos jogos do gauchão, na nossa casa, o ingresso seja reduzido, quem sabe a R$20,00. Quero ver a baixada pulsar, repleta de torcedores das antigas, cujo poder aquisitivo é mais baixo.
#casacheia
#torcedorbaixarenda
#gritomaisforte



Deu certo?


Enquanto este post era produzido, a imprensa local divulgou valores diferenciados para a próxima partida no estádio Bento Freitas. Segundo o jornal Diário Popular, o sócio vai poder levar um acompanhante no valor de R$ 30. A promoção é válida até a manhã de quinta-feira.


Pelo visto, a pressão da torcida deu certo.