'Operação Dembélé' é difícil e deve exigir muito do Barcelona

A venda de Neymar ao Paris Saint-Germain criou uma lacuna quase impossível de ser preenchida pelo Barcelona. Digo 'quase impossível' pois são poucos os jogadores capazes de surprir essa perda, e uma das soluções é o francês Ousmane Dembélé. Infelizmente para o Borussia Dortmund.


São duas as perguntas que orientam a discussão sobre uma possível venda. Dembélé quer ir para o Barcelona? Sim, o meia disse em mais de uma entrevista que é um dos principais objetivos dele na carreira e, com uma vaga o esperando no time titular, é compreensível se for atraído pelo clube catalão. Outra questão é: o Dortmund aceita vender Dembélé? E essa resposta não é tão direta.


Getty Images
Getty Images

Ousmane Dembélé não tem preço - literalmente


Simplificando a história, o Borussia Dortmund não aceita nem precisa vender Dembélé. Financeiramente o Dortmund é saudável o bastante para não liberá-lo por qualquer trocado, tecnicamente é uma peça indispensável para o time e ainda legalmente não existe nenhum mecanismo que obrigue o clube a negociá-lo.


É possível afirmar inclusive que tudo está a favor do Borussia Dortmund. Só um cenário pode fazer o clube vender Ousmane: caso o francês decida abandonar o clube e force uma saída.


Sem uma cláusula de rescisão no contrato, o Barcelona não tem valor mínimo para romper o vínculo do jogador com o Borussia. Estando ainda no período protegido do atleta previsto pelo regulamento da FIFA, que diz que nos 3 primeiros anos de contrato do atleta com até 28 anos, o jogador está impedido de rescindir seu contrato unilateralmente. Literalmente, nada obriga o Dortmund a liberar Dembélé.



Confira a edição #006 do podcast 19:09; um especial sobre o que esperar de Peter Bosz no comando do Borussia



Contratado na temporada passada, Ous está vinculado ao Borussia Dortmund até 2021. Isso significa que, mesmo que repita o 'caso Lewandowski' (aceite ficar mirando uma transferência futura), teria que esperar muito até que esteja livre de fato para negociar com o Barcelona.


O agente de Dembélé, Moussa Sissoko, é, segundo a Kicker, o responsável por ouvir os avanços do Barcelona. O próprio meia, no entanto, foi à imprensa recentemente refutar rumores e pregar fidelidade ao Borussia (ainda que isso signifique pouco atualmente).


Getty Images
Getty Images

Barcelona terá que se esforçar muito para conseguir contratar Dembouz


O que devemos ver nos próximos dias é uma avalanche de notícias ligando Dembélé ao Barcelona. Mesmo porque o desejo é legítimo e, convenhamos, mais do que justificável.


São dois tipos de notícias que devemos ficar atentos, e a veracidade de um lado não torna o outro mentira. Um lado é do interesse do Barcelona e avanços para tentar um acordo com o agente do atleta. O outro lado é a negociação do clube catalão com o Borussia Dortmund, que, ao que tudo indica, deve ser uma novela exaustiva e arrastada até o dia 31 de agosto.


Meu palpite? Dembélé deve ser atraído pelo Barcelona muito facilmente e não me assustaria um acordo entre clube-atleta. O Dortmund, porém, não tem nada a ganhar abrindo mão de Ousmane nessa janela. Façam suas apostas, porque eu acredito que Dembélé fica por pelo menos mais uma temporada.



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter