Com Atlético de Madrid fora, Dortmund tem o dever de tentar contratar Lacazette

Alexandre Lacazette era um alvo provável para o Borussia Dortmund, ainda mais com a cada vez mais certa saída de Aubameyang. Há algumas semanas o Atlético de Madrid tomou a frente na disputa pelo jogador e dependia apenas da queda de sua punição imposta pelo TAS para confirmar o reforço. A punição não caiu, o Atléti não pode fazer contratações e Laca está de volta no mercado.


Essa é a versão resumida dos acontecimentos que podem amenizar os efeitos da perda do artilheiro do Borussia Dortmund. Isso porque Dortmund e Arsenal, ao lado do próprio Atlético de Madrid, estavam com mais força na disputa pelo francês. Por motivos óbvios o clube colchonero não chegou a anunciar oficialmente a contratação, mas estava perto disso.


Getty Images
Getty Images

Manutenção da punição ao Atlético de Madrid obriga Lacazette a mudar de planos


Jean-Michel Aulas, presidente do Lyon, chegou a confirmar à imprensa que Lacazette tinha um acordo verbal o clube de Madrid. Nos últimos dias ressurgiu a dúvida quanto ao valor do francês. Aparentemente Aulas quer 60 milhões de euros pelo jogador, algo que o Atléti a princípio não estaria disposto a pagar, mas negociaria.


No entanto, o recurso do Atlético de Madrid foi julgado pelo TAS e negado; o clube segue impedido de contratar nesta janela de transferências, e o Lyon volta a exibir Alexandre Lacazette no mercado.


O Borussia Dortmund precisa ao menos entrar na disputa por Lacazette, isso porque nenhum jogador em evidência na Europa se aproxima tanto do estilo de Aubameyang quanto o francês. Se Aubameyang sair, o alto valor de Lacazette é o preço a ser pago para recuperar a confiança da torcida.


Não falo isso por mim, porque o Dortmund vendeu muitos jogadores nas últimas décadas e sempre foi capaz de repor. Com paciência e sem desespero, as coisas se ajeitam. Mas boa parte da torcida pensa de outra forma e é preciso respeitar isso, assim como o clube tem que ter isso em mente na hora de contratar. Eu aceito uma jovem aposta para o lugar de Auba, mas nem todos concordam.


Getty Images
Getty

Lacazette teria exposição e status de estrela no Borussia


Parte do papel do clube é lidar com as frustrações e regular as expectativas criadas em torno do seu próprio rendimento. Pelo menos entrar na disputa por Lacazette é um sinal claro de que o Dortmund tem condições de brigar no topo.


Mas questões psicológicas e tentativas de massagear o ego de torcedores inseguros quanto a capacidade do clube a parte, Lacazette é um nome certeiro porque é craque. Nos números, teve temporada mais completa do que Aubameyang e não há dúvida que, dentro de campo, é superior a qualquer outro atacante especulado até agora no Borussia.


Com 27 gols em 30 jogos da Ligue 1, o francês balançou menos as redes, mas criou mais chances de gol (46 contra 26 do gabonês), tem um percentual de chutes certos maior (65 contra 63%) e muito mais take-ons de sucesso (46 contra apenas 17 de Auba). Jogador de velocidade, acostumado a jogar com maior movimentação, encaixaria com certa facilidade no time.



Confira a edição #002 do podcast 19:09; falamos sobre o título da DFB-Pokal



Lacazette é alvo natural para quem presta tanta atenção no futebol francês e certamente foi muito observado pelos olheiros do clube nas últimas temporadas. O problema é a disputa: quando o assunto é dinheiro, duvido que o Dortmund possa oferecer mais do que o Arsenal. Nem mesmo mais do que o Liverpool, outro time que também estaria interessado no atacante.


Sinceramente, duvido muito que o Dortmund consiga essa contratação. Mas já que Lacazette está disponível no mercado, é uma opção que vale a tentativa. Vai que dá certo?



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter