Ginter pode começar a se despedir do Borussia

Quando chegamos a esse momento decisivo da temporada, é inevitável a projeção do elenco para os próximos meses. Nesse exercício de quem vai e quem fica, está cada vez mais claro que Matthias Ginter tem grandes chances de deixar o clube.


Ainda não existe nada oficial e Ginter tem contrato até 2019, mas o conjunto da obra com a camisa do Borussia indica para a saída. Além de não ter se firmado e somar atuações ruins, o defensor tem mercado e pode não ser um total desperdício de esforços.


Sempre defendi que Matze recebesse mais oportunidades. No Freiburg, teve boas atuações como quarto zagueiro, foi útil como volante e também na lateral-direita. Defensor versátil, demorou a conseguir maior sequência no Borussia e não poderia ter saído sem ser melhor utilizado.


Getty Images
Getty Images

Ginter recebeu muitas chances nessa temporada e não convenceu


Provavelmente até por isso que o Dortmund se recusou a vendê-lo no início da temporada. Dentre os interessados, RB Leipzig e Wolfsburg tentaram iniciar conversas, mas, diante da saída de Hummels e a escassez de opções, manter Ginter parecia uma decisão sensata.


E realmente foi. Ginter jogou mais na sua posição de origem do que nas duas temporadas anteriores. Mas como zagueiro decepcionou, soma atuações inseguras, falhas cruciais e deixa claro que não tem condições de seguir no Borussia Dortmund. Foi uma aposta (cara, diga-se) que não vingou.


O melhor momento de Ginter foi quando atuou na lateral-direita no segundo semestre de 2015, mas aquelas atuações seguras cada vez mais parecem ter sido apenas um momento bom. Depois da boa fase, Ginter tem alternado falhas bisonhas com imprecisão inadmíssivel para um jogador do Borussia Dortmund.


Sempre gostei de Ginter e acredito que ainda possa ter uma carreira decente em uma equipe média. Mas no Borussia Dortmund me parece claro que seus dias estão contados. 



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter