Dortmund poderia ter ousado mais contra o Lotte

Dortmund fez o simples contra o Lotte, venceu por 3 a 0 e garantiu a classificação para a próxima fase da Pokal. O próximo desafio é contra o Bayern de Munique, nas semifinais do torneio.


O que vou dizer pode parecer um exagero, mas explicarei a seguir: o Dortmund deveria ter ousado mais. Não digo no estilo de jogo ou decisões em campo, mas no quesito rotação do elenco, o técnico Thomas Tuchel foi conservador além da conta.


O primeiro tempo do Borussia Dortmund foi ruim. Bem ruim mesmo. Mal na transição e dando espaços, quase deixou o Lotte acreditar na classificação. Na segunda etapa, o time não melhorou muito como um todo, mas Dembélé e Pulisic se encontraram em campo e proporcionaram os lances da classificação. 


Getty Images
Getty Images

Dembélé estava mal no jogo, mas acordou para fazer o lance do gol que abriu a porteira


Como nota alta dos 90 minutos talvez só Kagawa. Fez o segundo jogo sólido consecutivo em uma função de ligação entre meio-ataque. Tuchel precisou entortar o time para extrair o melhor do japonês, e isso deu certo.


Reclamo da falta de ousadia porque vimos muito mais dos mesmos. Schürrle, apesar do gol, ganhou outra chance para ser xingado. Tal qual uma samambaia humana, foi decepção novamente. Ginter também teve outra atuação de baixíssimo nível.


Merino entrou nos 15 minutos finais no lugar de Castro e novamente deixou uma boa impressão. O paradoxo entre os bons momentos em campo e o intervalo de meses entre uma partida e outra não se explicam. Precisa jogar com mais frequência.


Emre Mor também ganhou alguns minutos, e Alexander Isak fez sua estreia depois do mês de adaptação. Ambos na reta final da partida, não puderam mostrar muito.



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter



Nesse jogo especialmente esperava mais ousadia de Tuchel. Merino como titular. Talvez mais tempo para Mor, até mesmo Passlack, mas nada feito. Com a temporada afunilando, era um dos poucos jogos relativamente tranquilos restantes no calendário.


No caminho agora o Bayern de Munique, fora de casa. Com o Dortmund subindo de produção, certamente vai ser um grande jogo e, se formos eliminados, pelo menos fica a certeza de não ser vice do Bayern de novo.