Novo adversário de Götze: o que é problema metabólico?

Depois das ausências misteriosas e a dúvida quanto à real situação de Mario Götze, o Borussia Dortmund divulgou nota colocando fim às especulações. Infelizmente, o estado do meia é muito pior do que imaginávamos.


Götze foi diagnosticado com um distúrbio metabólico que o deixará afastado dos gramados por tempo indefinido. Segundo nota oficial, o Departamento Médico começou a desconfiar do problema após os contínuos problemas musculares do jogador.


O clube irá investigar mais a fundo o que se passa com Götze, mas a primeira impressão é ruim. Para dar sequência ao diagnóstico e iniciar o tratamento, o meia sequer poderá participar dos treinos e pode ficar de fora pelo restante da temporada.


Getty Images
Getty Images

Meia está fora dos planos do Borussia por tempo indeterminado


O amigo Gabriel Antony (sigam em @gabrielantony_) me explicou que o distúrbio se trata basicamente de alterações hormonais no organismo que modificam o equilíbrio no corpo. Traduzindo, é uma disfunção que altera o funcionamento do metabolismo por falta ou excesso de alguma substância. E isso é um problema gravíssimo para Mario Götze.


O distúrbio pode aparecer na forma de hipertireoidismo, hipotireoidismo, obesidade, diabetes, e descobrir qual é o caso de Götze é o próximo passo do Borussia. Os efeitos vão desde a perda ou ganho de peso à ansiedade e depressão, que podem afetar (e possivelmente vinham afetando) o desempenho de Götze como atleta de alto rendimento. Ronaldo Fenômeno teve problema similar, que inclusive foi citado pelo próprio jogador como um dos principais motivos de sua aposentadoria em 2011.


A questão é que o primeiro diagnóstico positivo de Ronaldo foi quando tinha 30 anos e defendia o Milan, mas depois disso nunca mais conseguiu recuperar a plena forma física. Mesmo com tratamento hormonal e o melhor cuidado médico, Götze dificilmente conseguirá voltar a estar 100% - talvez 95%, mas com tratamento constante.



Curta a página do blog Muralha Amarela no Facebook


Siga @muralhaamarela e @wpaneque no Twitter



A situação de Götze é delicada e não tem cura, mas, com o tratamento adequado, o meia pode voltar a atuar em alto nível. Mesmo assim, a carreira do jogador, que alternava altos e baixos, ganha mais um imenso obstáculo. Quem sabe seja essa a peça que faltava ao quebra-cabeça da sua carreira.


Sabendo da condição de Götze, não é absurdo imaginar que o problema não é novo e que tanto Dortmund quanto Bayern e Seleção Alemã falharam ao não diagnosticar isso antes. Aos 24 anos, Mario não chegou sequer a metade de sua carreira e vai precisar agora de muita competência dos médicos (e um pouco de sorte) para manter vivo o sonho de voltar a brilhar.