Boca 1-2 Talleres: errando o que era fácil

Não podemos entrar em crise como líderes do campeonato, mas a derrota de ontem serviu para ligar um alerta em La Boca: não podemos errar em decisões fáceis.


Após a derrota do San Lorenzo contra o Godoy Cruz, o Boca entrou em campo podendo abrir seis pontos na frente do certame. E com boas triangulações e velocidade, saiu na frente com o estreante Junior Benítez, que fez seu primeiro jogo e primeiro gol oficial em La Bombonera.


Mesmo assim, o Talleres - que tem a melhor defesa do campeonato - nunca deixou de ser um time organizado. E em falha de marcação de Vergini, chegou ao empate. Mais uma vez, a defesa do Boca não se mostrou nada confiável. E mesmo que Schelotto diga que não precisa de reforços por ali, é impossível concordar com o DT.


Após o empate, a equipe se perdeu. Junior se lesionou e Bou entrou para seu lugar, o que nos deu maior poder de finalização, mas acabou por nos desorganizar. Guillermo sacou Pablo Pérez e colou Barrios no lugar. Por mais que PP tivesse já uma tarjeta amarilla, saiu um construtor de jogo para entrar um volante de marcação. A falha do técnico não estava só no cambio em si, mas na seleção do banco de suplentes. Quando se joga em casa e precisa vencer, não se pode levar suplentes tão defensivos. Bou era o único reserva que jogava do meio para frente.


Prensa Boca Juniors
Prensa Boca Juniors

Guillermo falhou em decisões fáceis


E já caminhando para o final, Peruzzi (que parece estar chegando ao fim de seu ciclo) cometeu um erro amador e deixou Tucu Palacios fazer a jogada da remontada para a Talleres - 2 a 1 para os cordobeses e segunda vitória do clube em La Bombonera em toda história (a outra havia sido em 1986).


Mesmo com a derrota, o Boca segue em primeiro, mas perdeu a oportunidade de abrir seis pontos de Newell's Old Boys e San Lorenzo, sete do Estudiantes e 10 dos outros que lutam por chegar nas vagas para a Copa Libertadores.


O jogo era difícil, mas falhamos no que era fácil. É preciso somar três pontos sempre que possível. E ontem era.