'Gabigol' no Benfica: um jogador disposto a escrever uma nova história

João Paulo Trindade/SL Benfica
João Paulo Trindade/SL Benfica

Inter de Milão cedeu 'Gabigol' ao Benfica por empréstimo de uma temporada, com opção de compra


O último dia do mercado de transferências do verão no futebol europeu foi agitado para o Benfica. Negociações que envolveram a França e a Itália registraram uma mudança significativa no ataque do Maior de Portugal. Saiu o grego Kostas Mitroglou e entrou o brasileiro Gabriel Barbosa, o "Gabigol".


Enquanto a transferência de "Mitrogolo" ao Olympique de Marseille rendeu 15 milhões de euros aos cofres do clube português, foi acertada, junto à Internazionale, a vinda de Gabriel por empréstimo de uma temporada. Os Encarnados têm opção de compra, por 25 milhões de euros, ao final do vínculo.


Concorrência de peso


A responsabilidade da joia do Santos Futebol Clube, dono de uma das categorias de base mais renomadas do planeta, é enorme.


Kostas Mitroglou vinha cumprindo com excelência o seu papel de atacante de referência: em 88 jogos disputados, balançou as redes 52 vezes.


É impossível esquecer o gol que deu ao Benfica a vitória no dérbi frente ao Sporting, no José Alvalade, e foi determinante para o Tri em 2015/2016. Também é inevitável lembrar o lance de gênio contra o Sporting Braga, em Braga, na vitória que manteve o SLB no topo e ajudou o time de Lisboa a conquistar o inédito Tetra. Não se pode negar: Mitroglou vai deixar saudades. A maior torcida da Terrinha é muito grata ao goleador helênico.


Getty Images
Getty Images

Jonas e Seferovic formam a dupla de ataque do Benfica na temporada 2017/2018


Além disso, o trabalho da dupla Jonas e Seferovic está sendo espantoso. Neste início de temporada, eles somam 10 tentos, sendo seis do brasileiro e quatro do suíço.


Haris Seferovic veio a custo zero do Eintracht Frankfurt, da Alemanha, no final do semestre passado e é titular da seleção da Suíça. Recentemente, Jonas quebrou recorde e se tornou o segundo maior artilheiro estrangeiro da história dos Encarnados. Agora, são 91 gols em 115 jogos. Sua ausência na Seleção Brasileira, tendo em vista as oportunidades dadas pelo técnico Tite a jogadores das ligas da China, Rússia e Ucrânia, é inexplicável.


E o reserva imediato do setor não é uma peça qualquer. Titular da seleção do México, Raúl Jiménez é o jogador mais caro da história do Benfica. Custou 21,8 milhões de euros aos cofres das Águias. E costuma ser decisivo quando é acionado, vide o embate com o Rio Ave na temporada passada, a última final da Taça de Portugal e a última Supertaça Cândido de Oliveira.


Pois é. Gabriel Barbosa vai enfrentar uma enorme concorrência no Maior de Portugal. Não terá vida fácil.


Clube novo, vida nova


Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

'Sou Benfica', publicou 'Gabigol' no Twitter, assim que sua contratação pelos Encarnados foi oficializada


Por outro lado, o entusiasmo do brasileiro no anúncio da contratação e na apresentação ao novo clube mostra um jogador que deseja deixar para trás uma época difícil. "Estou muito feliz por chegar ao Benfica, o maior clube português", disse "Gabigol" em entrevista ao site oficial do clube.


Na Inter, o atacante passou mais tempo no banco de reservas do que em campo. Colecionou apenas um gol em 10 partidas jogadas. Muito pouco para quem surgiu no Santos com um potencial absurdo, tendo sido apontado até mesmo como futuro companheiro de posição de Neymar na Seleção Brasileira, e foi campeão pelo Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.


Agora, tem a missão de mostrar que o status recebido na base do Santos e o sucesso em seus primeiros compromissos como profissional não foram em vão. O Benfica só tem a ganhar com a disposição do jogador e com a concorrência saudável em seu ataque.


Afetado pela crise do time de Milão, que teve quatro treinadores na temporada 2016/2017 (Roberto Mancini, Frank de Boer, Stefano Vecchi e Stefano Pioli) e na atual época já conta com outro comandante (Luciano Spaletti), Gabriel agora irá trabalhar com um técnico de prestígio. Rui Vitória está no Sport Lisboa e Benfica desde 2015/2016 e já conquistou duas Ligas de Portugal, uma Taça de Portugal, uma Taça da Liga e duas Supertaças, além de ter levado o time a uma quartas-de-final e uma oitavas-de-final de Uefa Champions League, torneio cada vez mais polarizado pelas ligas maiores.


O campeonato português, conforme sempre foi dito por aqui, é uma requisitada porta de entrada para torneios mais badalados e para seleções de peso. Gabriel Barbosa tem potencial de sobra para conquistar seu espaço em terras lusitanas e viverá em um ambiente propício para o seu crescimento profissional.


O Brasil todo irá acompanhar o Benfica mais de perto e torcerá para que uma nova história - um capítulo de reviravolta, sobretudo - seja escrita na carreira deste jovem de 21 anos.