Benfica na Champions League: reencontro entre velhos conhecidos

Getty Images
Getty Images

Benfica e Manchester United se encontraram na primeira fase da Uefa Champions League em 2011


O sorteio da fase de grupos da Uefa Champions League certamente é o momento mais esperado de todo início de temporada do futebol europeu. Na última quinta-feira (24), o planeta parou para ver a definição das chaves da edição 2017/2018 da principal competição interclubes do Velho Continente. E o evento reservou ao Sport Lisboa e Benfica, atual tetracampeão de Portugal, o Grupo A do certame. Fazem companhia à equipe mais vencedora da Terrinha o Manchester United FC, o FC Basel e o CSKA Moscou.


Coincidentemente, a chave é quase idêntica ao Grupo C da Champions League 2011/2012, no qual Benfica, United e Basel também mediram forças. A única diferença fica por conta do quarto integrante, que na época foi o Otelul Galati, então campeão romeno.


A classificação, inclusive, reservou surpresas. Os Encarnados somaram 12 pontos e ficaram na liderança. Vale lembrar que, naquela temporada, o SLB participou das fases preliminares, despachando o Trabzonspor, da Turquia, e o Twente, da Holanda. Este panorama aumentou a dimensão do feito. Afinal, se jogou mais vezes no torneio, a tendência era que o desgaste fosse maior em relação aos concorrentes.


A segunda vaga ficou nas mãos dos Rot-Blau, que fizeram 11 pontos. Os astronômicos Red Devils, por sua vez, acumularam apenas nove pontos e tiveram de se contentar com vaga no mata-mata da Europa League. Já o Otelul destoou dos demais: perdeu todos os jogos.


Getty Images
Getty Images

Manchester United 2 x 2 Benfica, pela quinta rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2011/2012


Naquela edição, o SLB despachou o Zenit nas oitavas de final, em uma reviravolta impressionante, e vendeu caro a eliminação para o Chelsea nas quartas - os Blues foram os campeões. O Maior de Portugal era comandado por Jorge Jesus.


Campanha do Benfica na Uefa Champions League 2011/2012


Terceira fase eliminatória
Benfica 2 x 0 Trabzonspor
Trabzonspor 1 x 1 Benfica


Quarta fase eliminatória (playoffs)
Twente 2 x 2 Benfica
Benfica 3 x 1 Twente


Grupo C
Benfica 1 x 1 Manchester United
Otelul Galati 0 x 1 Benfica
Basel 0 x 2 Benfica
Benfica 1 x 1 Basel
Manchester United 2 x 2 Benfica
Benfica 1 x 0 Otelul Galati


Oitavas de final
Zenit 3 x 2 Benfica
Benfica 2 x 0 Zenit


Quartas de final
Benfica 0 x 1 Chelsea
Chelsea 2 x 1 Benfica


Seis anos depois...


Getty Images
Getty Images

Otelul Galati 0 x 1 Benfica, pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2011/2012


Agora, portugueses, ingleses e suíços vão se reencontrar. Cada um com seu status. O Benfica, conforme já foi dito, é o atual tetracampeão da Primeira Liga de Portugal; o Manchester United conquistou a última Europa League; e o Basel é o atual octacampeão (!) da Superliga da Suíça.


O CSKA Moscou, por sua vez, foi vice-campeão na passada edição da Premier League russa, tendo perdido o título para o seu maior rival, o Spartak Moscou. Nesta edição da UCL, o time dos militares ingressou nas fases classificatórias. Eliminou o AEK Atenas, vice-campeão da Grécia, na terceira preliminar e superou o Young Boys, vice na Suíça, nos playoffs.


E o que aconteceu com o Otelul Galati de 2011 para cá? Trago-lhes más notícias... Tudo desandou para o clube da Romênia depois da sua aventura europeia: foi rebaixado à segunda divisão nacional em 2014/2015 e decretou falência em 2016, após cair para o terceiro escalão.


O super-rico e estrelado Manchester United


Getty Images
Getty Images

Red Devils conquistaram vaga na Uefa Champions League graças ao título da Uefa Europa League


Retornando o foco para os integrantes do Grupo A da atual Champions, constata-se, logo de cara, o favoritismo dos Diabos Vermelhos. É um prognóstico inevitável. Além de ser o atual detentor de uma importante copa europeia, o MUFC é o clube mais rico do mundo. De acordo com a consultoria Deloitte, o time de Manchester movimentou incríveis € 689 milhões de euros no ano passado e chegou ao topo da lista dos "super-ricos" depois de 13 anos.


E o elenco dispensa comentários. Dispõe de estrelas como o goleiro David de Gea, o volante Paul Pogba, os meias Juan Mata, Michael Carrick e Henrikh Mkhitaryan e os atacantes Marcus Rashford, Zlatan Ibrahimovic e Romelu Lukaku. E conta com dois ex-jogadores do Benfica: o zagueiro Victor Lindelöf e o volante Nemanja Matic. Estendendo-se para a área técnica, há outro ex-benfiquista: José Mourinho, que iniciou sua carreira de treinador na Luz.


É natural que o Sport Lisboa e Benfica seja cotado à segunda vaga do grupo ao mata-mata. No entanto, a retórica de que "tudo já está decidido" é bastante precipitada. É válido ficar de olho no Basel e no CSKA, que são fortes em casa e vão querer contrariar as previsões de grande parte dos comentaristas e fãs de futebol e das casas de apostas.


Basel vem estabelecendo dinastia na Suíça


Getty Images
Getty Images

Torcida do Basel na partida contra o Belenenses, no Estádio do Restelo, pela fase de grupos da Uefa Europa League 2015/2016


Treinados pelo suíço Raphaël Wicky, que este ano substitui Urs Fischer, os Rot-Blau têm como destaques o goleiro Tomás Vaclík (especulado no Benfica nesta janela de transferências), o polivalente Adama Traoré (que pode jogar como lateral-esquerdo ou meia-esquerda), a dupla de zaga formada por Marek Suchý (o capitão do time) e Michael Lang e os meias Mohamed Elyounoussi, Taulant Xhaka e Luca Zuffi.


Com o objetivo de substituir o goleador Marc Janko, que se transferiu para o clube tcheco Sparta Praga, a agremiação trouxe Ricky van Wolfswinkel para o ataque. O holandês, que já jogou no maior rival do Benfica, o Sporting, vem de um grande ano pelo Vitesse, onde marcou 23 gols em 37 jogos e foi campeão da KNVB Beker


Na temporada 2016/2017, o FC Basel conquistou a "dobradinha" (Superliga da Suíça + Copa da Suíça). É soberano no campeonato de seu país há oito anos.


CSKA Moscou tem brasileiro como esperança de gols


Getty Images
Getty Images

Vitinho, ex-Botafogo e Internacional, está no CSKA Moscou


No plantel dos Militares, as grandes peças são o goleiro Igor Akinfeev (jogador profissional desde 2003, tem o CSKA como único time de sua carreira e é ídolo do clube), os zagueiros Mário Fernandes (brasileiro naturalizado russo) e Viktor Vasin, os meias Aleksandr Golovin e Alan Dzagoev e o atacante brasileiro Vitinho, ex-Botafogo e Internacional.


Outro brasileiro do elenco é o meia Matheus Índio, que já jogou no Penapolense e Vasco da Gama e tem o Estoril, de Portugal, como dono de seus direitos federativos.


O CSKA Moscou foi treinado por Leonid Slutsky durante sete anos. Nesse período, ele conquistou três ligas, duas copas e duas supercopas nacionais. Slutsky atualmente está no Hull City, da segunda divisão inglesa. E a equipe da capital russa trouxe para o cargo de treinador o belarusso Viktor Goncharenko.


Um grande aliado dos Azuis e Vermelhos para as partidas em casa serão as longas viagens dos adversários. Para se ter ideia, a distância entre Lisboa e Moscou, de acordo com o Google Maps, é de 4.561 quilômetros, aproximadamente. Grandes trajetos sempre são uma grande preocupação para o Benfica.


Hora de colocar os 'pingos nos is'


Divulgação Uefa
Divulgação

Eusébio festeja título europeu do Benfica em 1962: fez dois gols na vitória por 5 a 3 sobre o Real Madrid


Durante e após o sorteio dos grupos Uefa Champions League, vários fãs de futebol comentaram as chaves definidas pelo evento. Houve até quem se ousou a definir o Grupo A como "nível Europa League".


Está na hora de colocar os 'pingos nos is'...


O Sport Lisboa e Benfica é dono de duas taças da maior competição de clubes europeus, da qual já foi finalista sete vezes. É, também, o segundo clube com mais participações no certame. Já o disputou 37 vezes e está atrás apenas do Real Madrid, 12 vezes campeão e presente em 48 edições.


Levando em consideração o número de vitórias, o SLB é o sétimo time mais bem sucedido na principal copa entre times da Europa, com 108 triunfos.


Existem competições europeias há 63 anos. Dessas provas continentais, o Benfica disputou nada mais nada menos que 57. É o quarto melhor registro de toda a História.


Os merecidos créditos desse espantoso levantamento vão para a conta @ProfetaBenfica.


Para reforçar, vamos trazer para um contexto mais atual: um clube que em todos os anos reforça as maiores ligas europeias, repõe suas peças à altura e compete com os quadros mais astronômicos - disputou o mata-mata da UCL nas últimas duas temporadas - não pode ser considerado meramente como "nível Europa League", né?


Portanto, é necessário respeitar a pesada história europeia do SL Benfica.


Tabela do Benfica no Grupo A da Uefa Champions League 2017/2018


Benfica x CSKA Moscou - 12 de setembro
Basel x Benfica - 23 de setembro
Benfica x Manchester United - 18 de outubro
Manchester United x Benfica - 31 de outubro
CSKA Moscou x Benfica - 22 de novembro
Benfica x Basel - 5 de dezembro