Benfica quer construir colégio para os jovens das categorias de base

Divulgação/SL Benfica
Divulgação/SL Benfica

"Queremos garantir o futuro do Benfica", afirmou o presidente do clube, Luís Filipe Vieira


O Sport Lisboa e Benfica tem nas mangas um grandioso investimento para o seu centro de treinamento, localizado no Seixal, na Grande Lisboa. O Glorioso quer duplicar a extensão do Caixa Futebol Campus. A estrutura tem alojamento, academia e campos de treino para os jogadores dos mais variados escalões da equipe, além de sala de imprensa. Também é o local onde o Benfica B manda suas partidas na Segunda Liga de Portugal.


De acordo com o presidente do clube, Luís Filipe Vieira, serão investidos cerca de € 10 milhões de euros nesse projeto, que inclui a construção de um colégio para os jovens da base, além de outro pólo hoteleiro e mais sete campos de futebol.


"Nós vamos continuar com nossa estratégia de garantir o futuro do Benfica. O Caixa Futebol Campus faz parte dela e estamos com obras profundas no Seixal para lhe dar outra dimensão. Queremos crescer em quartos, áreas sociais e áreas técnicas. Estamos determinados em duplicar o Seixal. Isso apenas depende da aquisição de um terreno, algo que já estamos tentando fazer", explicou o mandatário encarnado no último domingo (9), no Encontro das Casas do Benfica (embaixadas de torcedores do SLB espalhadas pelo mundo), no Estádio da Luz.


O colégio com a marca do Maior de Portugal abrigará 800 alunos. "Queremos fazer um colégio de dimensão internacional, com 800 alunos, onde todos os jovens do Seixal possam estudar. Queremos marcar a diferença por essa via. Assim permitimos que os pais cujos filhos estão à guarda do Benfica fiquem tranquilos", detalhou.


Pensando para além das quatro linhas, será uma estrutura importante para a formação pessoal e profissional dos jovens, no sentido de desenvolver suas potencialidades, seu senso crítico e seu espírito de coletividade. E o Benfica reforçaria seu status de referência mundial na formação de atletas.


Uniformização das Casas do Benfica


Também existe a ideia de uniformizar as confrarias benfiquistas. "Quanto mais Casas tivermos uniformizadas e ligadas em rede, mais perto elas ficarão do Benfica. São peças fundamentais para o futuro do Benfica", justificou Luís Filipe Vieira.


"Chegamos aqui graças ao trabalho de todos e queremos que acreditem no nosso projeto. Vocês têm de acreditar que nosso caminho é este. Há 17 anos, o Benfica não estava preparado para algo desta dimensão. Foi preciso formar pessoas, trazer novas pessoas para a nossa casa e criar uma mentalidade. É graças a isso que estamos crescendo e não vamos parar de crescer, pontuou o cartola.