O desempenho dos benfiquistas na primeira fase da Copa das Confederações

Getty Images
Getty Images

Substituto imediato de Raphaël Guerreiro, o benfiquista Eliseu assumiu a titularidade na lateral-esquerda depois da lesão do jogador do Borussia Dortmund


Às vésperas da Copa das Confederações 2017, o Blog Glorioso Encarnado listou os jogadores do Sport Lisboa e Benfica envolvidos no evento-teste para a Copa do Mundo 2018. Enquanto o lateral-esquerdo Eliseu, o lateral-direito Nelson Semedo e o meia Pizzi fazem parte da delegação que busca uma conquista inédita para Portugal, o atacante Raúl Jiménez participa da caminhada do México rumo ao segundo título do certame. E ambas as seleções seguem vivas na disputa pela taça.


O pontapé inicial do torneio, que reúne o país-sede da próxima Copa, o atual campeão do mundo e os campeões continentais, aconteceu no último dia 17, em São Petersburgo, com a vitória da anfitriã Rússia sobre a Nova Zelândia por 2 a 0.


Sorteados para a mesma chave dos russos, portugueses e mexicanos não se intimidaram com o ambiente hostil, fizeram valer a superioridade técnica em relação aos donos da casa e os deixaram para trás. Ficaram, na ordem, na primeira e segunda colocações. Agora têm pela frente, respectivamente, o Chile e a Alemanha.


Todos os benfiquistas os quais viajaram à Rússia participaram da campanha que rendeu a classificação aos Aztecas e à Seleção das Quinas. Os mais ativos foram Jiménez e Eliseu. Enquanto o número 9 foi titular diante de Portugal e Nova Zelândia, o camisa 19 herdou a vaga de Raphaël Guerreiro, que lesionou o pé esquerdo durante o duelo com os russos.


Getty Images
Getty Images

Eliseu vem conquistando seu espaço na seleção portuguesa


Eliseu vem dando conta do recado até o momento, sendo veloz no ataque e eficiente na recomposição, tarefa esta que foi um grande problema nos seus primeiros jogos pelo Benfica. Deu assistência para o gol da cria do Seixal, Bernardo Silva, na vitória por 4 a 0 sobre a Nova Zelândia, na última rodada.


Com a lenta recuperação de Guerreiro, o surpreendente Eliseu deve continuar a ser o homem de confiança do técnico Fernando Santos para a lateral-esquerda. Além disso, ele tem ao seu favor a experiência adquirida com o grupo campeão da Euro 2016 em plena França.


Por sua vez, Jiménez não balançou as redes no empate em 2 a 2 contra Portugal. No Benfica de Rui Vitória, ele assume a função tradicional do camisa 9, a de atacante de área, ao mesmo tempo em que se mostra eficaz na hora de voltar para marcar. No México de Juan Carlos Osorio, fica mais próximo da ponta-esquerda.


Getty Images
Getty Images

Raúl Jiménez balançou as redes contra a Nova Zelândia


Mesmo em uma posição com a qual não esteja tão familiarizado, foi capaz de liderar La Tricolor no triunfo de 2 a 1 ante a Nova Zelândia, tendo anotado o gol de empate. Ficou de fora no confronto direto com a Rússia por opção do técnico.


É difícil cravar se RJ9 jogará contra os alemães porque, como sabemos, a filosofia de Osorio consiste na rotação do plantel. Seria importante ter um jogador com fama de goleador diante de uma seleção favorita ao título, é verdade, mas é uma árdua tarefa desvendar a mente de um técnico que muda a formação inicial de seus comandados em todos os jogos.


Dentre os encarnados menos utilizados nesta Copa das Confederações, Nelson Semedo e Pizzi estiveram presentes na goleada de 4 a 0 dos lusitanos frente aos neozelandeses. O primeiro foi titular e jogou os 90 minutos, e o segundo participou da segunda etapa.


Getty Images
Getty Images

Nelson Semedo em ação contra a Nova Zelândia


Semedo preencheu a lacuna deixada por Cédric Soares, ausente do último jogo devido a dores na coxa. No entanto, o jogador do Southampton está em recuperação avançada e pode retornar aos 11 iniciais na semifinal.


Seguro para frear o ímpeto dos adversários, o jovem Nelson mostrou que pode ser opção para os lusos em convocações futuras.


Já Pizzi, uma das sensações do SLB na última temporada, substituiu Bernardo Silva no intervalo. O meia que foi revelado pelo Benfica, despontou no Monaco e recentemente acertou com o Manchester City se machucou no momento em que anotou o segundo gol de Portugal contra os All Whites.


Mesmo não tendo balançado as redes, o camisa 16 se movimentou bastante nos 45 minutos finais e adquiriu ritmo de jogo. 


Getty Images
Getty Images

Pizzi (16) e Eliseu (19) comemoram um dos gols de Portugal frente à Nova Zelândia


Bernardo, todavia, vem se recuperando bem da lesão e tem grandes chances de começar jogando contra La Roja. Caso não se recupere, Pizzi é opção para a sua vaga.


Limitados fisicamente em decorrência da temporada recém-encerrada na Europa, os jogadores convocados ficam sempre vulneráveis a lesões.


Portugal x Chile (marcado para as 15h, horário de Brasília, em Kazan) e Alemanha x México (no mesmo horário, em Sochi), as respectivas semifinais desta quarta (28) e quinta-feiras (29), podem render um reencontro entre portugueses e mexicanos na grande decisão, a ser jogada em São Petersburgo. Companheiros no Benfica, Eliseu, Nelson Semedo e Pizzi podem defrontar Raúl Jiménez na grande decisão - ou na disputa do terceiro lugar, em Moscou.