Benfica x Chapecoense: o melhor jogo possível para a 10ª Eusébio Cup

Divulgação/SL Benfica
Reprodução/SL Benfica

Benfica e Chapecoense disputarão a Copa Eusébio em 22 de julho, no Estádio da Luz


No primeiro dia deste mês, no texto "Caso Garrincha: com Eusébio, Benfica e Portugal ensinam como se trata um ídolo", o Blog Glorioso Encarnado adiantou que a 10ª edição da Eusébio Cup seria disputada entre o Sport Lisboa e Benfica e a Associação Chapecoense de Futebol. O Maior de Portugal oficializou o compromisso na última quarta-feira (7). A partida está agendada para o dia 22 de julho, com horário ainda a definir.


A Copa Eusébio, tradicionalmente, é a apresentação do elenco da Águia à torcida no Estádio da Luz antes do início da temporada. A edição de 2015, jogada no México, contra o Monterrey, na inauguração do Estádio BBVA Bancomer, foi um caso excepcional. Na ocasião, os mexicanos passearam: 3 a 0.


O Glorioso e o Verdão do Oeste registram intensa aproximação desde a época do luto pelo desastre aéreo na Colômbia, em 29 de novembro de 2016.


A queda da aeronave Lamia 2933 nas proximidades do Aeroporto de Medellín matou 71 pessoas. Entre os mortos estiveram jogadores, integrantes da comissão técnica, dirigentes e convidados da Chapecoense, além de jornalistas que iriam cobrir a final da Copa Sul-Americana, a qual seria jogada contra o Atlético Nacional, e tripulantes. Foi a maior tragédia da história do futebol e do jornalismo.


Apenas seis sobreviveram: os jogadores Jackson Follmann, Alan Ruschel e Neto, o jornalista Rafael Henzel e os tripulantes Erwin Tumin e Ximena Suarez.


Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Minuto de silêncio em homenagem à Chapecoense e às vítimas da tragédia de Medellín antes da partida entre Marítimo e Benfica, na Ilha da Madeira


O Benfica foi um dos primeiros clubes no mundo a transmitir os votos de pêsames à Chapecoense.


Os laços fraternos se intensificaram depois do infeliz cântico produzido por "torcedores" (se é que assim podem ser chamados) uniformizados do Porto no passado mês de abril. "Quem me dera que o avião da Chapecoense fosse do Benfica" foram as palavras ditas durante um Clássico no campeonato nacional de handebol. Profundo desrespeito à Chape e ao Benfica.


O FC Porto, à época, preferiu se esquivar da música a punir aqueles que a entoaram na arquibancada - identificá-los não era tarefa difícil; existe vídeo do momento.


No dia seguinte ao fatídico episódio, quando o Benfica bateu o Marítimo por 3 a 0, em jogo válido pela 29ª rodada da Primeira Liga, adeptos apoiaram a Chapecoense na Luz.


Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Oficialização da Eusébio Cup 2017: Benfica x Chapecoense


A competição que homenageia o Pantera Negra, maior ícone do Benfica e do futebol português, será o momento ideal para selar a irmandade entre o bicampeão europeu e o campeão da América. O Benfica foi muito feliz na proposta.


O convite à Chapecoense reforça a grandeza de ambas as agremiações. Grandeza esta também demonstrada pelo Atlético Nacional: no dia da tragédia, o clube colombiano solicitou o título da Sul-Americana da Chape à Conmebol e teve o pedido aceito pela entidade que controla o futebol da América do Sul.


Depois de unidos na dor, os clubes ficarão unidos na alegria. Os Encarnados vêm de três títulos nacionais (Supertaça, Primeira Liga e Taça de Portugal); os Eternos Campeões, da conquista do Campeonato Catarinense (cinco meses após a tragédia que dizimou seu antigo elenco), de campanha honrosa na Libertadores e de bom início no Campeonato Brasileiro.


A Copa Eusébio, inclusive, será o primeiro jogo do Verdão do Oeste na Europa. O Glorioso deve se sentir orgulhoso por participar desse momento ímpar para um dos clubes mais carismáticos do Brasil - para além do carisma, um grande modelo de gestão.


A Chapecoense será o segundo clube brasileiro a jogar a Eusébio Cup. O primeiro foi o São Paulo, que venceu os benfiquistas por 2 a 0 em 2013, com gols de Aloísio e Rafael Toloi. O Maior de Portugal tem três títulos: bateu Milan (5 a 4 nos pênaltis, após empate em 1 a 1 no tempo normal), Arsenal (2 a 1) e Real Madrid (5 a 2) em 2009, 2011 e 2012, respectivamente. Também já ergueram o troféu do torneio amistoso Internazionale, Tottenham, Ajax, Monterrey e Torino, sendo este o atual campeão.


Getty Images
G]

'Que escutem em todo o continente, sempre recordaremos a campeã Chapecoense'


Ao confirmar o jogo amigável, o Sport Lisboa e Benfica revelou que a grande figura da negociação entre as duas diretorias foi Nilo Traesel, ex-presidente da Associação Chapecoense e benfiquista confesso. Ele mora em Portugal atualmente.


Nos comentários à confirmação de Benfica x Chapecoense, torcedores sugeriram que toda a renda do jogo fosse destinada ào clube brasileiro e às famílias das vítimas da tragédia de Medellín e que, independentemente do resultado, a taça fosse entregue à própria Chape. O SLB não confirmou nada a respeito, mas não se pode negar: são grandiosas atitudes a serem feitas e devemos torcer para que aconteçam.


É importante ressaltar: o time de Condá aceitou o convite mesmo com o calendário apertado. Além dos compromissos oficiais pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa Sul-Americana, os catarinenses têm pela frente a Copa Suruga Bank (embate com o Urawa Reds Diamonds, campeão japonês, no Japão, em agosto), o Troféu Joan Gamper (diante do Barcelona, no Camp Nou, também em agosto) e a Supercopa Euroamericana (frente ao Sevilla, campeão da Europa League 2015/2016, em local e data ainda indefinidos).


Portugal te espera em julho, Chape! A casa é sua. Faço uso da música feita por torcedores do Atlético Nacional: "Que escutem em todo o continente, sempre recordaremos a campeã Chapecoense".