Sete perguntas sobre James Rodriguez para um torcedor do Real Madrid

Conforme foi falado anteriormente, agora James Rodriguez é um jogador do Bayern de Munique, ao menos por duas temporadas. O jogador que explodiu para o mundo ainda jovem, teve duas temporadas bem abaixo do esperado e fica a dúvida de como se saíra no Bayern.


Como o colombiano foi jogador do Real Madrid por três temporadas, nada mais justo do que tirarmos algumas dúvidas sobre o meia com um torcedor que acompanhou toda a passagem de James no time da capital espanhola. Por isso, fiz sete perguntas sobre o jogador ao blogueiro do Minuto 93, Guilherme Bianchini. Confira abaixo:


Qual é a sua expectativa para o meia nesse início de Bayern de Munique?
James deve causar impacto imediato no Bayern. Suas qualidades são inquestionáveis e vejo essa mudança de ares fazendo muito bem para ele. Por isso até considero uma transferência ótima para todos os lados. O Bayern ganha um grande jogador sem pagar um preço absurdo, o Madrid negocia alguém que estava praticamente estagnado no clube e o jogador sai de um ambiente onde já estava com clima desgastado, para atuar em outro grande time.


fcbayern.de
fcbayern.de

Rodriguez chega como reforço de peso ao Bayern e com uma grande responsabilidade de se provar


Rodriguez teve três temporadas bem distintas com a camisa do Real Madrid, com uma primeira temporada ótima e as seguintes bem abaixo do esperado. Além dos problemas pessoais com Zinedine Zidane, quais foram os motivos para que Rodriguez cair tanto de produção temporada após temporada?
James foi até além do que esperavam na primeira temporada. Mostrou-se um craque ainda mais completo do que tinha apresentado na Copa e contribuiu demais para equipe, não só com gols e assistências - que foram muitos. Tanto que levou o prêmio de melhor meio-campista de La Liga naquela temporada.
Com Benítez, iniciou a temporada como titular, mas ainda no primeiro mês já se lesionou e só voltou a jogar em novembro. As lesões foram uma constante nessas três temporadas e dá para colocá-las como um fator que também impediu maiores voos pelo clube. Fora isso, pecou pela irregularidade nas duas últimas temporadas, influenciando pouco no sistema da equipe. E sempre recebeu várias chances, até mesmo com Zidane. Aí de tanto dar chance e ele não corresponder, Zizou deixou James em um segundo escalão do elenco, atrás até de jogadores como Lucas Vázquez, que é bem inferior tecnicamente, mas sempre mostrou muito mais disposição e disciplina tática.
Apesar da irregularidade, James produziu gols com extrema facilidade, seja fazendo ou dando assistência. Esteja bem ou esteja mal, é quase certo que a perna esquerda dele vai produzir algo. Esse é o aspecto mais letal: os cruzamentos e chutes costumam ser mortais.


Qual é a sua expectativa para o meia nesse início de Bayern de Munique?
James deve causar impacto imediato no Bayern. Suas qualidades são inquestionáveis e vejo essa mudança de ares fazendo muito bem para ele. Por isso até considero uma transferência ótima para todos os lados. O Bayern ganha um grande jogador sem pagar um preço absurdo, o Madrid negocia alguém que estava praticamente estagnado no clube e o jogador sai de um ambiente onde já estava com clima desgastado, para atuar em outro grande time.


Na posição de “número 10”, para você, quem se sairia melhor: Thiago Alcântara ou James Rodriguez?
O Thiago foi muito bem como 10 na última temporada, mas acho que pode voltar a algo próximo do que era sua posição de origem para encaixar o James. Thiago é mais técnico, mas James tem um poder de decisão maior.


Getty Images
Getty Images

Insatisfeito com a reserva, James espera ter mais chances no Bayern


Se não fosse pelas desavenças com Zidane, James Rodriguez poderia ter sido titular com o técnico? Ou ao menos um “reserva de luxo” no banco entrando na maioria dos jogos?
Quando Zidane começou a rodar o elenco na reta final da temporada, James voltou a jogar por uma boa quantidade de minutos e recuperou a autoconfiança, além de retomar a moral com o próprio Zidane, que antes havia praticamente descartado ele. A prova dessa recuperação é que ele foi escolhido para entrar no 2º tempo do clássico com o Barcelona e fez o gol do empate antes do Messi marcar nos acréscimos. Alguns meses antes, era impensável que ele recebesse uma chance nesse tipo de jogo.


Para você, qual é a posição em campo que Rodriguez se sai melhor?
Tem sempre a opção de jogar aberto pela direita também, onde viveu alguns bons momentos pelo Real Madrid. Mas o melhor rendimento dele é mesmo como "10".


E, finalmente, para os torcedores merengues, ficou a impressão que o meia saiu pela porta dos fundos?
A parte final acabou sendo bem positiva, tendo em vista que ele voltou a jogar bem e com constância, e foi importante para o título de La Liga. Mas era difícil pensar em uma continuidade porque um jogador do porte dele nunca vai se contentar em ser apenas um bom reserva. E até para ele devia ser complicado almejar uma titularidade porque o Isco alcançou um nível absurdo e não deve dar essa brecha. Mas a saída não foi pela porta dos fundos não, já que, como falei, a impressão é de uma transferência boa para todos os lados.