'Fator Neymar' não intimida o Bayern no grupo da Champions

É bem verdade que o Bayern ainda está em busca de seu melhor futebol. Mesmo com bom começo na Bundesliga, a péssima pré-temporada ainda deixa certo clima de desconfiança quando falamos de pretensões futuras. Cravar prognósticos quanto ao panorama do Grupo da Champions League, no entanto, não é tarefa tão complicada quanto parece.


A grande expectativa para a mídia brasileira durante o sorteio dos grupos, realizado nesta quinta-feira (24), era saber qual seria o adversário do time do Neymar. Será não apenas o Bayern, mas também Anderlecht e Celtic. É claro que ver este time do PSG tão preparado e com o reforço mais caro da história do futebol intimida ainda mais os dois outros componentes deste Grupo B, mas com o Bayern é diferente: seguimos tendo grande elenco e este fator apenas servirá para abrilhantar ainda mais os dois confrontos.


Getty Images
Getty Images

Longe de intimidações: Neymar fará dos dois confrontos entre Bayern e PSG ainda mais vistosos


Acredito que o panorama do grupo parece bem definido: Bayern muito provavelmente lutará pela liderança contra os franceses, enquanto que Anderlecht e Celtic se digladiarão pelo restante dos pontos que poderão lhes credenciar uma vaga à Europa League.


Vejo o Bayern como favorito ao 'título' do grupo não por questão de menosprezo ao PSG, longe disso, mas por considerar que o clube conseguirá amadurecer sua nova postura a ponto de fazer valer sua força na Allianz Arena e tirar pelo menos um ponto no Parque dos Príncipes. Quanto ao Anderlecht e Celtic, se jogarmos longe de qualquer salto alto - o que tem sido dura missão nos últimos anos diante de situações como esta -, teremos plenas condições de fazermos 12 pontos.


Além de abrilhantar ainda mais o confronto, o fator Neymar provavelmente nos dará um bom presente: por ser a grande novidade desta janela, dificilmente as TVs brasileiras deixarão de transmitir seus jogos contra nós. Ou seja, com ou sem TV a cabo, você deverá ver a trajetória do Bayern ao longo desta Champions League.


Siga Bruno Secco no Twitter