Willy Sagnol: o momento certo para voltar ao Bayern

O cargo de auxiliar técnico por muitas vezes é menosprezado pelos fãs de futebol, especialmente quando determinada agremiação vive bom momento - e consequentemente o treinador está em alta. 


Desde que Paul Clement deixou o Bayern para assumir o comando do Swansea, Hermann Gerland, que goza de inteira confiança de todos que respiram o Bayern, assumiu o cargo interinamente. Só que a temporada acabou e chegou a hora voltar as atenções também para essas questões que envolvem staff, e não apenas para o mercado de transferências.


Acostumado a antecipar-se no que se refere a aquisições, nesta questão de corpo técnico o Bayern parece que também não ficará para trás. O clube, segundo alguns veículos de comunicação, como o Bild e a Sky Deutschland, já está em negociações avançadas com Willy Sagnol para assumir esta função. Talvez alguns acreditem que existam nomes melhores para este cargo, mas o francês definitivamente encontra-se dentre os ideais.


Getty Images
Getty Images

Ídolo, Sagnol tem potencial para somar ao plantel e principalmente aos jovens


A função de auxiliar técnico não apenas oferece o contraponto às ideias do treinador, como também é um cargo importante e estratégico no que se refere ao relacionamento com o plantel. Por mais que Ancelotti seja difícil de superar na questão de bons vínculos com a equipe, ter alguém que possa reforçar essa afeição é um adicional importante. E motivos para que os atletas sintam plena confiança no francês existem de sobra.


Sagnol é ídolo do Bayern, tem um currículo extenso e recheado de grandes conquistas, sendo as principais com o Gigante da Baviera. Cinco Bundesligas, uma Champions League e um Mundial de Clubes estão entre seus títulos enquanto jogador da agremiação, além também de ter sido peça importante da Seleção da França por anos. Com a camisa dos Bleus, foi vice-campeão da Copa do Mundo de 2006 e venceu a Copa das Confederações de 2001 e 2003.


Sua primeira experiência como treinador foi prejudicada com a grande expectativa depositada em torno de si. O 6º lugar conquistado na Ligue 1 de 2014/2015 o concedeu credibilidade para tentar alçar voos maiores na temporada seguinte, mas a derrota para o Toulouse, maior rival do Bordeaux, pelo placar de 4 a 0, provocou sua demisão antes que o campeonato terminasse, com o clube na 10ª colocação.


No Bayern, caso sua aquisição seja confirmada, Sagnol terá a oportunidade de aprender com um dos melhores treinadores da história do futebol. E com sua longa experiência na casa, poderá ser importante aos jovens neste período de transição do clube. É uma parceria que tem tudo para dar certo. Torço para que essa contratação seja anunciada logo. Willy será muito bem-vindo.


Siga Bruno Secco no Twitter