Quem são os jovens que podem ser promovidos ao time principal do Barça?

Apesar dos inúmeros rumores de chegadas e saídas do Barcelona, a base não foi esquecida. Como já foi comentado aqui no blog, Ernesto Valverde gosta de usar jogadores jovens e deve dar oportunidade a alguns destaques do Barça B. Dentre eles, três devem figurar mais frequentemente no plantel do novo treinador.


ESPN FC | Valverde é uma nova esperança para a base do Barcelona

Marlon, que teve sua contratação em definitivo oficializada essa semana, fará a pré-temporada sob o comando de Valverde e é quase certo que seu lugar será o time principal, ainda que não esteja totalmente claro como será a presença do brasileiro na equipe.

O Barça B disputa nos próximos dois finais de semana uma vaga na segunda divisão. Mata-mata, dois jogos contra o Racing para definir quem será promovido. Se a filial conseguir o acesso, é provável que Marlon continue inscrito na equipe, mas alternando frequentemente com o time de Valverde.

Seria uma transição, com convocações eventuais para os jogos da equipe principal e a possibilidade de jogar com o time B para não ficar muito tempo sem entrar em campo. Contudo, caso a filial não consiga subir de divisão, Marlon deverá ser efetivamente um jogador do time principal, sem alternar com as partidas na terceira divisão. De qualquer forma, a possibilidade de empréstimo parece estar descartada. O futuro imediato do zagueiro está na Catalunha.


Getty Images
Getty Images

O futuro de Marlon está no Barcelona


Aleñá é outro que deve ter um caminho parecido com o de Marlon, ainda que não esteja tão claro quanto o caso do brasileiro. A defesa precisará de um reforço, já que Mathieu deve sair, então a vaga para alguém do Barça B estará aberta. Esse não é o caso no meio de campo: ainda que saídas sejam prováveis (Rafinha e Arda Turan continuam sendo os mais cotados), a chegada de alguém pronto para ser titular ocuparia essa vaga - Verratti é o alvo principal, enquanto Seri pode ser o plano B.

Portanto, no caso de uma promoção do Barça B, o mais provável é que Aleñá continue na filial e faça uma transição como a mencionada no caso de Marlon. Caso o acesso à segunda divisão não venha, um empréstimo é bastante provável para algum time da primeira divisão.

Outro que poderia se aproveitar de uma vaga no elenco é Palencia, mas esse não deve ser o caso. Aleix Vidal será um dos laterais pela direita, mas alguém com mais experiência deve ser contratado para a vaga de titular - Bellerín é o favorito, Nelson Semedo é a segunda opção.

Palencia é um jogador com muito talento e merece chances no time principal. Após ser completamente ignorado por Luis Enrique, sua presença é quase certa na pré-temporada com Valverde, mas é improvável que ele seja promovido. O esperado é que ele siga no time B, onde exerce o papel de capitão e é um dos principais jogadores da equipe, mas ganhando algumas chances no time principal durante a temporada.

Esses três serão os mais frequentes na equipe de Valverde, mas outros jogadores podem figurar durante a temporada. Carbonell, por exemplo, é um meia que ganhou espaço no Barça B e agradou Luis Enrique quando foi convocado para os jogos da última Copa do Rei. Contudo, a progressão de Aleñá é prioridade e pode tirar espaço dos outros meias que estão saindo da base.


Getty Images
Getty Images

Cardona e Aleñá também devem aparecer no time principal


Marc Cardona é outro que se destacou, sendo um dos artilheiros da filial. Jogou alguns minutos no time principal e deve jogar ainda mais nos próximos meses. Se conseguir uma sequência sem lesões, algo que foi difícil na última temporada, seu crescimento pode colocá-lo como um dos jogadores com mais chance de ganhar uma vaga fixa no time principal nos próximos anos.

As oportunidades, como sempre, dependerão dos espaços que aparecerão no elenco. Marlon soube aproveitar a sequência de lesões na zaga no final da temporada para mostrar que estava pronto para ser promovido. Aleñá também soube aproveitar seu espaço quando alguns meio-campistas estiveram fora de combate. Resta saber, agora, como Valverde irá administrar essas chances de usar a base durante os próximos meses.