Daniel Alves provando ser ainda maior longe do Barça

Por melhor que Daniel Alves já fosse, o lateral brasileiro inegavelmente está surpreendendo o mundo com a camisa da Juventus de Turim.

Por mais vitorioso que tenha sido com a camisa do Barcelona, Dani já foi bastante contestado na Catalunha. Por não ter também uma carreira solidificada na seleção, muitos pensavam assim quando ele deixou a equipe culé: "Ele não vai vingar na Itália, não sabe marcar, o jogo lá é muito duro".

Pois é, Daniel Alves vingou. O baiano, que joga com uma raça e um sangue nos olhos quase inigualáveis no mundo do futebol, está mostrando, aos 34 anos, que o talento vence em qualquer lugar, que a história de que esse ou aquele campeonato é mais pesado é irrelevante para os diferenciados.

Pra quem pensava que ele era um daqueles jogadores bons que atuavam ainda melhor por estar cercado por craques como Messi, Iniesta, Xavi, Dani está provando que ele não era apenas um coadjuvante do super Barça, onde foi multicampeão nas eras Guardiola e Luis Enrique.


Getty Images
Getty Images

Daniel Alves provando que não era um simples coadjuvante no Barça


Lateral pegador, ponta, meia, ala, até armador e garçom dos melhores, o camisa 23 está voando baixo na Vechia Signora. 

Quando estava se transferindo do Barcelona, Daniel Alves afirmou que precisava sair da zona de conforto, que seu coração louco precisava de novos desafios e, mais uma vez, ele estava certo. O fator psicológico é fundamental para quem quer vencer e, além de se arriscar em um futebol diferente, Daniel ainda superou um início dfícil com contusão e banco de reservas, uma força mental rara que não à toa o fez vencer mais essa batalha e já o colocava como jogador brasileiro com mais títulos na história.

O Barça então errou ao perdê-lo? Talvez, mas a relação incendiária que ele ajudou a criar estava insustentável com a diretoria. O pior de tudo foi o clube não ter substituído esta verdadeira lenda à altura, este sim foi o grande erro.


Getty Images
Getty Images

Agora vai lá e ganha essa Champions pra torcida do Barça


As saudades com uma exibição como a de ontem só aumentam, mas ao mesmo tempo é fantástico descobrir que este atleta ainda tinha degraus a subir na carreira e que isso só seria possível longe do Barça.


Agora só falta ganhar o caneco contra o velho conhecido Real Madrid em Cardiff.