Será Carpegiani a salvação do Bahia?

Seria muito pedir aos torcedores que tenham muita calma nessa hora? Acho que sim. Nós estamos cansados de muita conversa e muita promessa. A vez do futebol ainda não chegou, mas temos tempo pra mudar.


Gazeta Press
Gazeta Press

Preto Casagrande nao conseguiu arrumar o time a tempo, mas egue como auxiliar


Com a demissão de Preto Casagrande, a diretoria não tinha muito o que escolher. Técnicos de pouca expressão ou os automaticamente desqualificados pela surreal pedida salarial, o Bahia foi atrás do "Professor Pardal" Paulo Cesar Carpegiani. Pra mim, não era a melhor opção, mas, diante dos técnicos que estavam rondando as redes sociais, sem dúvida, foi uma escolha certa. Não sei realmente se Carpegiani fará o papel de "Salvador da Pátria" como fez com o Coritiba ano passado, ou até mesmo com a classificação para a Copa pela seleção do Paraguai em 1998, mas temos que torcer.


O novo técnico terá vários desfalques diante do Palmeiras no dia 12, no Allianz Parque, sendo eles: Tiago (suspenso), Thiago Martins, Allione e Matheus Sales (cláusula de contrato), Edson (volante). Juninho Capixaba, com dois amarelos, deve aparecer na lista, mas Matheus Reis deve ganhar a vaga. A grande novidade será da lateral direita: Wellington Silva deve aparecer no banco de reservas depois de meses se recuperando de sua lesão.


Gazeta Press
Gazeta Press

O regular Zé Rafael esta na mira de muitos clubes da Série A


Precisando buscar pontos, Carpegiani ja mudou o time e fez mudanças drásticas nos treinos da semana. Bom, pelo menos não seguiu a linha de Preto quando, depois de olhar Guto e Jorginho, não conseguiu tirar o melhor de cada jogador. Temos um bom elenco, mas precisamos arrumar as peças no campo. Carpegiani parou várias vezes nesses últimos dois dias pra consertar exatamente as posições. Continuamos esperando dias melhores. Sei que podemos muito mais, mas a casa precisa ser ajustada.


Com apenas um volante, o Bahia deve entrar em campo com:
Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Juninho; Vinícius; Zé Rafael, Mendoza e Edigar Junio; Rodrigão.


Vamos que vamos pra cima da "porcada". A guerra não acabou, e temos que lutar até o fim. Caso contrário, as dores serão enormes, dentro e fora de campo.


#ContraTudoContraTodos #BBMP