Torcedor do Avaí tem a melhor semana depois de três meses no sufoco

Foram três meses na beira do abismo.


Eu escrevia bastante sobre as derrotas por falta de oportunidades ofensivas. Também falava daqueles pontinhos que iriam causar lágrimas no futuro. O Avaí aprendeu com aqueles erros - dentro e fora de campo. A casa fechou, o capitão Betão chamou a responsabilidade e o grupo assumiu o papel de protagonista do próprio futuro. Sem depender de combinações, o Leão saiu do sufoco da zona de rebaixamento.


Leia mais: Betão elogia "consistência" defensiva do Avaí após jogos sem levar gols


Sem dúvidas, essa está sendo nossa melhor semana em três meses. Além de liderar o returno do campeonato (10 de 12 pontos possíveis), temos um momento precioso de sorte e oportunismo. Por outro lado, estamos naquela posição que incomoda bastante, já que uma derrota pode trazer os problemas de volta para Floripa. Aliás, depois da folga e dos jogos fora, domingo teremos a chance de lotar a Ressacada para empurrar o Avaí contra o Galo Mineiro.


Quando pensamos em metas a curto prazo, alcançamos três pontos dos nove disputados em setembro. Minha projeção era para conseguir, pelo menos, sete, igualando o resultado dos primeiros três jogos. A longo prazo, isso significaria uma distância mais ou menos 12 pontos para a permanência na primeira divisão.


Renato Padinha/Gazeta Press
Renato Padinha/Gazeta Press

O capitão chamou a responsabilidade e comanda a melhor equipe do segundo turno


Espero que o ritmo não mude e eu não queime a língua, mas quero exaltar esse sistema defensivo que tem funcionado tão bem. Os comentaristas da Rádio Guarujá sempre falam da defesa avaiana, que passa batida nos comentários das TVs e rádios mais “fortes”. Muito se tem falado de Douglas, mas é bom lembrar das ótimas fases de Betão e Alemão. Também é bom lembrar dos dois laterais, que são regulares e confiáveis.


Que venha o Atlético Mineiro! Vamos lotar a Ressacada para mais uma batalha rumo ao nosso título, que é permanecer na elite.