Espelho do líder: Avaí ideal jogou de igual para igual contra o Corinthians

Na semana passada, pouco antes do jogo contra o Coritiba, Claudinei falou que o Avaí estava tentando jogar como o Corinthians. “Se o líder tem Romero que volta pra marcar, por que não podemos ter o Rômulo fazendo essa função?”, disse Claudinei em coletiva. Uma semana depois, lá estávamos nós contra o Corinthians. Nosso esquema estava quase que um espelho dos paulistas, porém sem grife.


Jogamos de igual para igual. É fato que o Corinthians fez duas substituições com 15 minutos no primeiro tempo, todavia seguiu trocando passes muito bem pelo lado direito do Avaí. Para tentar “bagunçar” o esquema adversário, Claudinei inverteu Dutra e Juan de tempos em tempos.


O frio e o horário não ajudou, mas a torcida compareceu em bom número e cerca de 10 mil pessoas acompanharam um dos melhores jogos do Leão no ano. Eu digo isso pois não é fácil enfrentar o líder do campeonato de igual para igual e não perder.


Eduardo Valente/GazetaPress
Eduardo Valente/GazetaPress

Claudinei, nosso Carille sem grife.


Douglas, mais uma vez, foi o protagonista da nossa defesa, em parceria com as traves. Nosso ataque fez um bom jogo, mas também parou na trave. Eu estava com bastante expectativa sobre um empate, por isso não me surpreendi com o resultado final.


O São Paulo voltou a vencer e nos passou na tabela. No domingo, vamos lutar contra o Cruzeiro, que também é muito forte ofensivamente. Torço para que o Avaí jogue com a mesma seriedade e concentração para tentar sair da zona de rebaixamento.