Avaí segue sofrendo em casa; adversários seguem gostando da Ressacada

Apesar de frio e vento, quase seis mil torcedores avaianos tentaram empurrar o Leão para a vitória. A Ponte Preta, que ainda não venceu fora, gostou do jogo e ameaçou mais no primeiro tempo. Aparentemente, gostaram do empate. O Avaí claramente não se contentou. Atacou bastante, porém a defesa adversária se sobressaiu. Em números, nós finalizamos 8 vezes; eles, 16.

A casa é nossa, mas a visita gostou bastante do frio e ficou muito confortável.

A diferença desta partida para a vitória da semana passada é que a Ponte se defende muito bem. Lembre-se que só ganhamos do Botafogo por conta de dois contra-ataques praticamente perfeitos. Digo isso para mostrar que o Avaí ainda não cria tão bem. Com Pedro Castro e Juan na meia, houve melhora na transição da defesa para o ataque. O que ainda nos falta é concretizar as oportunidades criadas.


Fernando Remor/Gazetapress
Fernando Remor/Gazetapress

- Quantas tempo temos para sair dessa situação, Evando?


A volta de Alemão foi essencial para não ter perdido a partida. O zagueiro voltou e mostrou, como sempre, a raça e técnica de roubar a bola e sair jogando. Douglas, o novo “salvador” do time, foi muito bem, defendendo bolas difíceis e não tentando driblar lá atrás. Joel sumiu do jogo hoje. Acho que ele conhece mais os atalhos do Engenhão do que da Ressacada.

Nosso treinador surpreendeu e fez duas alterações logo no intervalo. Entrou Simião e Diego Tavares - que contesto aqui todo vez que joga. Hoje, por sorte, ele não jogou mal. O time tem uma “cara”, porém não é a ideal. Não queremos uma equipe “do contra-ataque”, pelo contrário, esperamos um Avaí que saiba jogar com a posse de bola e converta as oportunidades boas em gols. Esses pontos que deixamos de ganhar em casa serão motivos de sofrimento lá na frente. Perdemos pelo menos 6 pontos nos 3 empates em casa: Vitória, Flamengo e Ponte Petra.

A tabela é cruel. Foram-se 11 jogos e somamos apenas 9 pontos. Estamos a 36 pontos da permanência na Série A e nossos próximos adversários são Grêmio (fora) e Coxa (casa).