Avaí: é difícil amansar essa segunda-feira

Naturalmente, segunda-feira não é o dia preferido do brasileiro. Lá no Paraná havia um apresentador de rádio e TV, saudoso Pinga-Fogo de Oliveira. Ao começar seu programa, especialmente nas segundas, ele soltava um “segunda-feira brava, mas nós amansa ela”. Esse linguajar exprimia o sentimento da audiência, que era a maior da TV no horário de almoço, no norte do Paraná.


Acordei e lembrei do Pinga, caro avaiano. A gente amanheceu na última colocação do campeonato. Ao horizonte, infelizmente vejo uma tempestade. Tá difícil amansar essa segunda.


Divulgação/Avaí F.C
Divulgação/Avaí F.C

Queremos entrar ano que vem com essa mesma letra, Leão


De 24 pontos disputados, temos apenas cinco. Também temos o pior ataque da competição, com apenas três gols. Nossos acompanhantes de Série B 2016 têm mais vitórias que nós. Tirando o Atlético Goianiense, que não mostrou muita solidez (apesar do sacode que levamos lá), Bahia e Vasco estão tranquilos, jogando bem e pontuando.


Se olharmos para as próximas duas rodadas, temos Fluminense, em casa, e Botafogo, fora. Seria demais sonhar com 4 pontos? Na atual condição, sim. Sempre teremos esperança, mas as duas últimas partidas beiraram o lamentável.


Ainda sobre o dia da semana: a pior parte de estar em último é sentir o cheiro da segundona subindo.