Volante GTA? Conheça Pavéz, novo reforço do Furacão

Era natural que o volante Esteban Pavéz, de 27 anos, ganhasse fama por conta de um episódio “icônico” no mês de junho: embriagado, se envolveu em acidente de carro, foi perseguido pela polícia e teve o pneu de sua BMW baleado. Típico de GTA. Após exame de corpo de delito, foi liberado.


Entretanto, o interesse do Atlético-PR em contar com o chileno certamente não foi à toa. O Furacão, de acordo com dados da imprensa chilena, acertou a contratação por 700 mil dólares (cerca de R$ 2,3 milhões), equivalente a 40% do passe. Pavéz deve ganhar 45 mil dólares mensais (aproximadamente R$ 150 mil) em três anos de contrato. 


Valores altíssimos para o padrão de negócios do Atlético-PR. Justifica?


Divulgação/Colo Colo
Divulgação/Colo Colo

Pavéz tem credenciais para se estabelecer no elenco do Atlético-PR


O volante se consolidou como um dos grandes nomes do elenco do Colo-Colo, com 131 jogos e nove gols. Até o episódio citado no início do texto, que teria “abalado a relação”. Sua boa participação pelo clube, inclusive, o credenciou a jogar pela seleção chilena, sendo convocado para amistosos recentemente.


Seu estilo de jogo é muito pautado no jogo físico, algo que falta no elenco do Furacão. Rossetto, por exemplo, é bom tecnicamente, mas perde muitos duelos por conta da fragilidade corporal. Lucho, outra figura carimbada do elenco na posição, até ostenta um bom físico, porém dificilmente consegue contribuir regularmente durante os 90 minutos devido ao cansaço. Além de, na parte técnica, não ser brilhante. Eduardo Henrique, que ganhou espaço com Kelly, ainda é incógnita para uma avaliação mais aprofundada, mesmo que pareça ser um equilíbrio interessante entre estilos.


Além da força, Pavéz, tecnicamente, se destaca por finalizações de fora da área e movimentação. Já atuou como primeiro e segundo volante, tendo, aparentemente, condições para contribuir das duas formas dentro do nosso elenco. Por enquanto, é provável que deva sair mais para o jogo, principalmente por conta de Otávio. A segunda vaga na posição, hoje ocupada por Eduardo Henrique/Lucho/Rossetto, ainda está aberta.


Motivado para jogar no Atlético, Pavéz desponta como um reforço muito interessante. Que, por investimento, não chega para ser apenas “mais um”. Esperamos que o extra-campo não pese, visto que ainda estamos traumatizados, de certa forma, com essa questão (Carlos Alberto, Gedoz). Boa sorte, gringo!


Otávio de saída?


A contratação de Pavéz levantou uma questão negativa. O alto valor pago, que põe o chileno na categoria de “reforço de peso”, seria por conta de uma possível saída de Otávio?


Joka Madruga/Furacao.com
Joka Madruga/Furacao.com

Grande revelação dos últimos anos, Otávio tem um perfil raro no futebol brasileiro


A ideia de “hora extra” feita pelo jogador é aparente. Otávio representa muito dentro do elenco, tanto em termos defensivos quanto de organização de jogo. Não seria um crime se o jogador almejasse mais, visto que sonha com a Europa e tem clubes interessados em seu futebol. O Bordeaux, em processo de remontada, foi o último a se manifestar. No começo do ano, o Besiktas também sondou.


Esperamos que nosso principal jogador de meio-campo permaneça por mais tempo, podendo evoluir para sair mais preparado. Não podemos cobrar nada dele, visto a bagunça que é o Atlético Paranaense. Ainda assim, vamos torcer.