'Birra' com Vinicius é um exagero do Atlético-PR

Mesmo que exagerado, o afastamento do meio-campista Vinícius durante o Brasileirão do ano passado teve seus motivos. Evitando, a essa altura, falar sobre qualquer fator extra-campo, vamos refletir rapidamente sobre a passagem do jogador pelo Atlético e o que sucedeu sua saída. 


Ao chegar, Vinícius foi tido como o grande reforço daquela janela, tendo aberto mão de ótimas propostas para defender o time do coração, como ele sempre gostou de reforçar. Fez seu primeiro gol logo na estreia, contra o ex-clube, Fluminense, pela Primeira Liga. Aliás, no início de sua passagem, se destacou pela participação intensa, boa movimentação de bola e passes de qualidade. 


Contra o Fluminense, por exemplo, ainda mostrou ter "algo a mais". Perseguido naquela ocasião, por ter tido uma saída conturbada do clube das Laranjeiras, o meia não se abalou em momento algum, chamando a responsabilidade para a criação de jogadas e demonstrando constante perigo. 


Após um bom começo de ano, se entrosando rapidamente e tendo identificação imediata da torcida, Vinícius passou a apresentar uma queda de rendimento proveniente da acomodação. Sendo assim, seus bons momentos, que antes eram constantes, passaram a se resumir a lampejos.


Site Oficial do Atlético Paranaense
Site Oficial do Atlético Paranaense

Vinícius em sua estreia pelo Furacão, contra o Fluminense. Gol e boa partida


Sua postura notadamente mudou, se apresentando menos para buscar o jogo, muitas vezes ficando "escondido", com pouco efeito na criação em si. Seu "atleticanismo", então, ficava em segundo plano perto das atuações cada vez mais fracas. 


Chegou a frequentar o banco e, nesse momento, passaram a correr boatos sobre seu comportamento fora das quatro linhas. Certo dia, foi afastado a contragosto de Autuori, que disse, segundo o meia, que gostaria de contar com ele. Vinícius recusou uma oferta do Goiás e, após ficar um tempo treinando em separado, foi para o Náutico, em empréstimo até o fim do ano.


Voltando ao Timbu, clube pelo qual já havia se destacado, Vinícius voltou a ter um início explosivo, com gols e boas atuações, mas oscilou negativamente no fim de sua passagem, não colaborando efetivamente para o acesso, que estava relativamente próximo.  


Já era de se esperar que o jogador dificilmente teria uma oportunidade de retornar ao Furacão, como seu empresário acabou confirmando. Atualmente, o meia tem uma proposta de empréstimo do Avaí, para onde provavelmente irá. Mas seria justo tudo isso?


Site Oficial do Atlético Paranaense
Site Oficial do Atlético Paranaense

Vinícius durante o Brasileirão de 2016. Jogador tem tido foco para mostrar 'outra cara' ao torcedor. Em vão


Vinícius retornou ao Furacão para a pré-temporada e logo tratou de fazer fortes trabalhos físicos, se preparando para estar junto ao elenco, mesmo sabendo que isso provavelmente não ocorreria. Focado, o jogador dá a entender, constantemente, que seu objetivo é ainda fazer história no Atlético, mesmo sabendo das adversidades que o prejudicaram recentemente.


Sim, Vinícius errou, principalmente em sua postura profissional, dentro e fora de campo. Mas tem qualidade e não se abalou por ter sido "deixado de lado", certamente reconhecendo seu erro. Tantos jogadores medianos já ganharam uma segunda chance e, por que não, insistir em alguém que visivelmente poderia ajudar, brigar por uma posição no elenco?


Temos hoje como principal opção para armação Carlos Alberto, que, apesar de muito qualificado, sempre será um enigma. E basta olhar para sua carreira. Obviamente torcemos para que isso mude. Entretanto, ainda assim, uma questão física poderia vir a pesar. Que tal uma boa alternativa no banco de reservas? Parece que Petraglia, infelizmente, não tem muito interesse. E vê seu ego, novamente, atropelar questões profissionais.