Chega de Horto, Galo! Você merece um estádio à sua altura

"Caiu no Horto, tá morto". A folclórica expressão que foi o mantra da campanha do título da Libertadores de 2013 teve seus motivos. Desde a reinauguração do estádio Independência, o Atlético praticamente não perdeu na nova arena. Seria a criação de uma mística, reforçada vitória após vitória - ou até mesmo empate.


Mas, de lá até cá, muita coisa mudou. Precisamos ir ao Mineirão, mesmo com o receio de parcerias problemáticas com consórcios. As mesmas viradas, que teoricamente surgiam graças à mística do Independência, aconteceram no estádio. O nosso maior título foi erguido na Pampulha. Flamengo e Corinthians foram atropelados pelo rolo compressor do time do Atlético. Será que era o campo ou a equipe, junto à torcida, que era capaz de criar os mais diversos milagres?


Cinco anos se passaram desde então. O Galo cresceu e se reergueu, voltando a ser respeitado por todo Brasil. O Galo ficou maior que a mística. O Galo precisa voltar ao Mineirão, pelo menos enquanto o seu próprio estádio não sai do papel.


Siga o blogueiro no Twitter


Curta a página do Paixão no Facebook


Getty
Getty

O Mineirão é sua verdadeira casa, Galo


A LuArenas, administradora do Independência e parceira do Galo, teve a obra de expansão das arquibancadas embargada, em uma briga que envolve o América-MG, Governo do Estado de Minas Gerais e a administradora. Olhe bem para suas cadeiras, Atlético. Você merece muito mais do que esses 30 mil lugares.


O seu tamanho não condiz com o Horto. A sua magnitude está logo ali, no Mineirão. Sua história foi feita na Pampulha, sem menosprezar o Horto. Mas foi uma paixão momentânea, um relacionamento que durou o suficiente para alegrar as duas partes e chegar ao seu limite.


O Mineirão comporta mais. O Mineirão tem o dobro de espaço, Galo. O Mineirão é onde o 'time de preto, de favelado' joga e fica lotado. É o estádio onde cabe muito mais sua torcida, é onde Reinaldo desfilou, é onde Réver ergueu a taça, é onde Luan finalizou o time do Flamengo, é onde Tardelli fez o rival tremer. O Mineirão é um estádio que valoriza o seu verdadeiro tamanho.


Chega de se contentar com migalhas. Chega de Horto, Galo! Passou da hora de voltarmos para nossa verdadeira casa. Passou da hora de ter um estádio a sua altura.


Juliana Flister/Agência I7
Juliana Flister/Agência I7

Não se contente mais com migalhas! É aqui o seu lugar