Simeone x Cocu, um duelo que começou na Copa de 98

Getty Images
Getty Images

Na terça-feira, Diego Simeone vai reencontrar Phillip Cocu, um dos técnicos adversários na campanha do vice-campeonato da UEFA Champions League da temporada passada


Nesta terça-feira, às 15h45 (horário de Brasília), o Atlético de Madrid estreia na atual edição da UEFA Champions League contra o PSV Eindhoven fora de casa.


Depois de um começo desanimador de temporada, marcado por empates com Alavés e Leganés, a goleada aplicada no Celta de Vigo deixa jogadores e torcedores colchoneros bem mais confiantes para a conquista de um bom resultado na Holanda. 


Na temporada passada, foram dois jogos entre Atleti e PSV. Tanto na ida quanto na volta, placar zerado, nada de gols. Eram oitavas-de-final e a vaga na fase seguinte só foi decidida nos pênaltis. 


Se pegarmos todo o histórico contra equipes holandesas, o Atlético de Madrid tem somente uma vitória em seis jogos como visitante em competições europeias. O único triunfo foi justamente contra o PSV, na fase de grupos da Champions League 2008-09, temporada que marcou a volta do Atlético depois de uma década ao principal torneio de clubes do velho continente. 


Dessa forma, a partida desta terça-feira na Phillips Arena pode ser tratada como um encontro de dois velhos conhecidos no cenário europeu. Mais do que isso, o duelo marca o reencontro dos técnicos Diego Simeone e Phillip Cocu, cujo primeiro embate nos envia ao século passado.


Na noite do dia 4 de julho de 1998, Simeone e Cocu foram adversários em partida válida pela quartas-de-final da Copa do Mundo da França, no estádio Velódrome, em Marseille. Nada menos do que Argentina x Holanda, jogo de onde sairia o oponente do Brasil nas semis.


Naquela ocasião, a Argentina entrou em campo com Roa; Zanetti, Ayala, Chamot, Sensini; Simeone, Almeyda e Verón; Lopez, Ortega e Batistuta . A albiceleste era comandada por Daniel Passarella.


Já o selecionado holandês tinha Guus Hidink como técnico. E naquele duelo, ele mandou a campo Van der Sar; Frank de Boer, Reiziger e Stam; Jonk, Numan, Davids e Cocu; Bergkamp, Ronald de Boer e Kluivert.


A partida, como você já deve ter lembrado ou deduzido, terminou com vitória da Holanda, 2 a 1, gols de Kluivert e Bergkamp. O tento da Argentina, marcado por Lopez, não serviu pra nada e a turma de Simeone teve de arrumar as malas e voltar pra casa. 


Que nesta terça-feira a história seja outra e o confronto entre Diego Simeone e Phillip Cocu termine com vitória de Cholo. 


Getty Images
Getty Images

Diego Simeone disputa a bola com o lateral-direito Michael Reiziger durante a semifinal da Copa de 98 disputada entre Argentina e Holanda