Athletic: Aduriz iguala marca de Messi e se torna um dos 20 maiores goleadores de La Liga

Na boa vitória de 1 a 0 sobre o Éibar, o Athletic voltou para casa com ótimos três pontos e Aduriz, com mais marcas históricas. Já ficou claro que Cuco Ziganda não vai se importar em jogar bonito, desde que consiga fazer o elenco seguir ativo e ganhar jogos assim. Bonito mesmo fez Aduriz, que anotou seu gol de número 147, tornando-se um dos 20 maiores goleadores de La Liga e igualando Messi ao balançar as redes desse torneio nos últimos 13 anos.


Divulgação Athletic Club
Divulgação Athletic Club

O artilheiro da camisa 20 era anunciado em 2005 com outro número, o 23


O COMEÇO


Destaque do Bilbao Athletic entre 2000 e 2003, o jovem Aritz Aduriz chegou a ser convocado para amistosos do time principal em períodos de pré-temporada, mas de fato ganharia suas primeiras oportunidades oficiais no time de cima com Jupp Heynckes, em 2003. Nos poucos minutos em campo, não chegou a fazer gols nos três jogos de La Liga dos quais participou.


Apesar de se destacar na equipe B com Valverde, o jovem artilheiro acabou preterido pelo time principal. Sem espaço no Athletic, Aduriz assinava com o Burgos, em 2003, para atuar na terceira divisão. O rápido destaque no novo clube chamou a atenção do Valladolid, situado uma divisão acima. Com uma temporada e meia, seguiu fazendo muitos gols, até que em dezembro de 2005 era oficialmente anunciado como jogador contratado para o Athletic Club.


A negociação de quase 3 milhões de euros era destaque em um período em que o Athletic tinha bons nomes no elenco, mas rendia pouco em campo. Na oportunidade, o artilheiro da camisa 20 se tornava dono do número 23. Mesmo atuando bem em duas temporadas e meia, o matador era vendido ao Mallorca, no começo de 2009.


Divulgação Athletic Club
Divulgação Athletic Club

Aduriz, em 2012, era anunciado por Urrutia com outro reforço, Ismael López


O RETORNO


Após ter que ver Aduriz jogar bem no Mallorca e Valencia, o Athletic via a chance de se redimir (de novo) com o artilheiro, já que começava a faltar espaço no Valencia com o crescimento de Jonas e Soldado. Em 2012, era anunciado o retorno daquele que jamais devia ter saído por valor quase que igual ao que foi pago ao Valladolid.


De lá para cá, o crescimento e consolidação do camisa 20, que voltava já aos 31 anos de idade, foi enorme. A história mais recente é bem conhecida, assim como vários de seus golaços e muitos gols de puro oportunismo, ótimo posicionamento e excelente capacidade de cabeceio. Mudaram os treinadores e ninguém mais ousou inventar de retirar espaço do artilheiro.


Com um hat-trick no primeiro jogo da Supercopa de 2015 contra o Barcelona e responsável pelo gol na partida final, Aduriz tem sua marca no último título do Athletic em três décadas. Convocado para a seleção espanhola algumas vezes, o reconhecimento chegou ao resiliente e apaixonado artilheiro. Tudo indica que assim deverá seguir no curto prazo, tanto pelo momento do atleta quanto pela indicação de que seu reserva, Kike Sola, deverá ficar, mesmo sabendo que não deverá ter chances.


Que Aduriz siga dando alegrias à torcida rojiblanca e quebrando mais recordes. 


Aupa Athletic!
@JorgeKadowaki
Siga-nos no Facebook! E também no Twitter!