Ver a Champions pela TV? Acredite, pode ser bom para o Arsenal

Getty Images
Getty Images

Não teremos os já habituais vexames diante de Bayern, Barcelona e companhia


A Champions League começa nesta terça-feira, e, depois de mais de 20 anos, sem a presença do Arsenal. O que é, em tese, um desastre (e deveria ter resultado na demissão de Arsene Wenger, que fique bem claro) pode ser útil aos Gunners.


Primeiro, comecemos pelo óbvio. Nunca seríamos campeões da Champions League com este elenco e, na Liga Europa, isso pode acontecer – se levarmos a sério a competição. Na Champions, a única certa era um vexame no mata-mata diante de Bayern, Barcelona ou qualquer outro.


Mas não é só isso. Como falamos aqui, está claro que o Arsenal tem uma formação ideal. A Liga Europa pode servir para descansarmos os jogadores mais desgastados e assim guardar essa formação para a Premier League. Afinal, diante de Estrela Vermelha, BATE Borisov e Colônia, até Chambers, Coquelin e Walcott dão jeito. Ou ao menos deveriam. 


Testes, mudanças táticas e entrada de jovens jogadores também podem ser feitos nas primeiras fases da Liga Europa, o que nem sempre é possível na Champions.


Brigar efetivamente por um torneio internacional poder poupar as estrelas para a Premier League e evitar um novo vexame continental. Se o trabalho for bem feito, estar fora da Champions (somente por uma temporada, obviamente) pode ser algo positivo.


PS: Esperar um trabalho bem feito de Wenger e companhia não é fácil, eu sei