Belos desfalques: Koscielny, Gabriel e Gibbs não fizeram falta alguma ao Arsenal

Getty
Getty

Jogadores não atuaram na final da Copa da Inglaterra, vencida pelo Arsenal por 2 a 1


Não, não estou empolgado com uma única atuação e não estou colocando na mesma sacola os três jogadores citados acima. Contudo, foi sintomático a bela performance do Arsenal com os desfalques de Gabriel Paulista, Koscielny e Gibbs.


Os três não fizeram falta alguma (e não fazem), podendo, sim, ir embora do clube nesta janela de transferências.


O caso de Koscielny, claramente, é o mais emblemático. Defensor com potencial, rápido e com boa técnica, o francês tem espaço no elenco dos Gunners. Contudo, sua falta de personalidade é tamanha, e ele sempre sucumbe nos momentos decisivos.


Kos é mais jogador que Mertesacker, por exemplo, mas o alemão dificilmente tem erros clamorosos em jogos importantes (por clube e seleção). Já o francês tem pixotadas clássicas no currículo, e é medroso diante de grandes atacantes.


Gabriel Paulista, por sua vez, não é jogador para um grande da Europa, e o Villarreal, onde estava antes de ser comprado pelo Arsenal, é um clube do tamanho dele.


Para finalizar, Gibbs tem que ajoelhar no símbolo do Arsenal todos os dias. O lateral-esquerdo é péssimo e não tem nível para jogar nem em pequenos da Premier League. Será aquele caso clássico que, quando deixar os Gunners, rodará por banco de reservas de vários clubes antes de encerrar a carreira.