O Arsenal ainda pode tentar contratar Mbappé?

Getty Images
Getty Images

Mbappé ainda desperta interesse de Real Madrid e Paris Saint-Germain


Wenger está mesmo diferente neste verão. As notícias de que o técnico do Arsenal havia tentado, de fato, contratar Mbappé, são mesmo verdadeiras. E aparentemente o professor ainda não desistiu de trazer a jovem promessa do Monaco para o Emirates. Quem deu a informação foi a France Football, em uma matéria escrita pelo jornalista Nabil Djellit.


A reportagem diz que no dia 14 de junho, um dia após o amistoso entre França e Inglaterra, no Stade de France, o técnico dos Gunners se reuniu com Mbappé para tentar convencê-lo a ir para o Arsenal. A reunião durou mais de três horas e parece que a conversa serviu apenas para fazer o atacante refletir sobre o que fazer em seu futuro.


Arsène Wenger usou Thierry Henry como exemplo, para explicar que uma mudança para o Emirates seria "a melhor escolha possível que ele poderia fazer". Foi prometido ao jogador a posição de "líder do ataque", e a transformação que aconteceu com Henry no passado, ao se tornar um dos maiores atacantes do mundo, também poderia acontecer com o jovem atleta.


A revista afirma, também, que o jogador se reuniu com Zinedine Zidane e Florentino Perez nas últimas semanas. Ir para o Real Madrid, inclusive, seria a preferência de sua mãe, Fayza Lamari.


Para Nabil Djellit, apesar do Arsenal ter contratado Alexandre Lacazette semanas após esta reunião com Mbappé, não quer dizer que o clube tenha desistido do negócio.


Aparentemente dinheiro não é o problema. Nosso ataque conta com bastante gente, como Giroud, Walcott, Welbeck e agora Alexandre Lacazette (Lucas Perez está de saída). Mas para um jogador como Mbappé, sempre podemos abrir uma exceção.


A questão é se Wenger ainda pode manter a promessa dele ser o comandante de ataque agora que Laca chegou. Não pagamos 44 milhões de libras em um jogador para ficar no banco. Além do mais, Lacazette já até recebeu o número 9, que era de Perez. Sendo assim, será que Mbappé aceitaria vir para ser um segundo atacante e jogar ao lado de seu compatriota? Foi assim que fez sucesso na última temporada, ao fazer uma bela dupla com Falcao García.


Existe outro fator, tão importante quanto: a concorrência com outros grandes times europeus e a Champions League. Além da atratividade de jogar no supercampeão Real Madrid, o PSG também tem interesse no atleta.


Como dito por Jason Burt, do Telegraph, o Monaco pode até vender suas estrelas, mas quem quiser comprar, precisa agir rápido.